A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/09/2009 09:06

Dengue: chuva atípica faz prefeitura antecipar campanha

Redação

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), resolveu antecipar a campanha contra a dengue devido às alterações no clima e a chuva atípica que atingiu a cidade no mês de agosto.

Segundo o prefeito, choveu cerca de 150 milímetros no mês passado, muito mais do que a média de outros anos, no mesmo período.

"A hora de atuar é agora, porque não temos mais estações definida, o tempo está confuso, nunca choveu tanto em um mês tipicamente seco, como agosto", comentou.

A antecipação da campanha, de acordo com Nelsinho, é uma tentativa de "evitar o dissabor" de 2007, quando a Capital de Mato Grosso do Sul foi a campeã nacional de casos de dengue.

"Mas combater o mosquito é papel de todos, não só do poder público. Só com o envolvimento de todos vamos conseguir combater", afirmou nesta manhã, durante lançamento da campanha "Campo Grande unida contra a dengue", que ocorreu na sede da Secretaria Municipal de Saúde.

Além da antecipação da campanha, a prefeitura resolveu incentivar a participação da comunidade com uma premiação "gorda". A gincana contra a Dengue ofertará R$ 30 mil para a equipe que ficar em 1º lugar, R$ 25 mil para o segundo colocado, R$ 20 mil para o terceiro, R$10 mil para o quarto, R$ 5 mil para o quinto e R$ 3 mil para o sexto colocado.

Nelsinho disse que, a exemplo do ano passado, a renda obtida com a própria venda dos materiais recolhidos na gincana será revertida para a premiação. As inscrições podem ser feitas pelo site da prefeitura (www.pmcg.ms.gov.br).

A prefeitura também ampliou seu raio de atuação em vários setores, objetivando combater o mosquito Aedes Aegypti.

Segundo o secretário Luiz Henrique Mandetta, a atuação dos agentes de saúde foi redimensionada, contratações foram feitas, mais veículos e trabalhadores braçais foram colocados nas ruas, para atuar na limpeza.

O secretário voltou a afirmar que a prefeitura está preocupada com os casos hemorrágicos este ano.

De acordo com Mandetta, pessoas que já tiveram dengue tendem a desenvolver a forma hemorrágica da doença se contraírem o vírus pela segunda vez.

"Principalmente as crianças e adolescentes, eles são os que têm mais chances de desenvolver dengue hemorrágica.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions