A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/10/2015 12:44

Denunciado por receber sem trabalhar, Siufi alega que sofre perseguição

Aline dos Santos e Antonio Marques
Posso afiançar que por mais de 20 anos eu atendi naquele distrito do Aguão, diz Paulo Siufi. (Foto: Arquivo)"Posso afiançar que por mais de 20 anos eu atendi naquele distrito do Aguão", diz Paulo Siufi. (Foto: Arquivo)

Denunciado pelo MPE (Ministério Público do Estado), o vereador e médico Paulo Siufi (PMDB) afirma que sofre perseguição. “Mais uma vez, já aconteceu anteriormente”, disse nesta terça-feira. Ele não citou nomes nem motivo de ser perseguido.

“Posso afiançar que por mais de 20 anos eu atendi naquele distrito do Aguão. Eu e outros médicos íamos lá, a 40 quilômetros de Campo Grande. Sempre fizemos isso e cada um prestava seu atendimento”, afirma.

Siufi conta que o atendimento era por escala e ele foi designado para as segundas-feiras. Ele, que é pediatra, garante que ia e assinava presença. “Vou provar na Justiça que sempre atuo dentro da normalidade e legalidade”, salienta.

O vereador e cinco médicos foram acusados de receber salários sem prestar serviços na rede pública de saúde . Conforme o MPE, o prejuízo aos cofres públicos fica em torno de R$ 1 milhão.

De acordo com a investigação, Paulo Siufi recebeu R$ 447,4 mil, considerando-se valores corrigidos, para trabalhar 6.360 horas na UBS (Unidade Básica de Saúde) Manoel Cordeiro, no distrito de Aguão. Entretanto, só teria trabalhado 1.152 horas (18,12% do total).



Quem conhece o Dr Paulo como médico sabe da sua responsabilidade, dedicação, competência e humanidade. Realmente isso só pode ser perseguição.

 
Bruna em 20/10/2015 17:25:18
Nítida perseguição política, isso já tinha sido apurado e encerrado administrativamente... especialidades como urologia, pediatria... sempre foi assim. E pelo que me consta o Dr Paulo Siufi como funcionário concursado era FUNCIONÁRIO, sendo que suas fichas sempre eram abonadas pela secretaria e então encaminhado ao RH... Se o funcionário estivesse faltando com seus deveres seus CHEFES não pagariam...
 
Daniel Novaes em 20/10/2015 13:08:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions