A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/12/2009 11:46

Deputados deixam decisão sobre faculdade para 2010

Redação

Sem acordo de lideranças, o projeto de lei que autoriza a doação de área no Parque dos Poderes para a construção da Fadir (Faculdade de Direito) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) só será votado em 2010.

Ontem, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), já havia antecipado ao Campo Grande News que os parlamentares são contra a derrubada de parte da reserva para a construção da nova faculdade.

Nesta quinta-feira, último dia antes do recesso parlamentar, os deputados suspenderam a sessão para discutir a proposta com a equipe da UFMS, mas não houve acordo.

A construção da Fadir resultaria na derrubada de aproximadamente 20,5 mil metros quadrados da reserva.

Conforme o site de notícias da Assembleia, os deputados também citaram a questão de mobilidade, pois o tráfego de veículos fica congestionado no horário de pico na avenida Mato Grosso, que dá acesso ao Parque dos Poderes.

O deputado Youssif Domingos (PMDB), líder do Governo, afirmou que também foi considerada a questão de ter uma universidade num local idealizado para centralizar todos os poderes.

Líder da oposição, o deputado estadual Pedro Teruel (PT) afirmou que a proposta não será analisada porque precisará ser melhor debatida. Ele destacou que o Estado vem discutindo a instalação da Fadir desde o primeiro semestre e até chegou a mudar de local, já que a primeira proposta seria ao lado do Tribunal de Justiça.

Já o líder do PSDB, Professor Rinaldo se manifestou favorável ao projeto. A UFMS terá R$ 12 milhões do MEC (Ministério da Educação) para construir o prédio da Fadir.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions