A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/06/2010 08:20

Desmatamento no Pantanal é maior que na Amazônia

Redação

O Pantanal perdeu 2,82% de sua área de 2002 a 2008. O desmatamento supera o da Amazônia, que no mesmo período perdeu 2,54% de sua área total. O Pantanal tem 151.313 quilômetros quadrados de extensão. 

O estudo realizado por satélites, pelo Ministério do Meio Ambiente, mostra que a área desmatada do Pantanal é de quase 3 vezes a área da cidade de São Paulo, 4.279 km². Os dados foram divulgados pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ontem em Brasília.

A taxa média anual de desmatamento registrada nestes sete anos foi de 713 quilômetros quadrados, ou 0,47%. Terceiro bioma brasileiro a ter dos dados de seu monitoramento divulgado, o Pantanal apresentou o segundo maior índice de desmate no mesmo período, perdendo apenas para o Cerrado.

De acordo com a ministra, entre as principais causas para o desmatamento no Pantanal estão a produção de carvão vegetal, para abastecer a siderúrgica de Corumbá, e a expansão de áreas para pastagem. Uma outra causa apontada é o avanço na área de investidores externos.

Os dados da pesquisa mostram que dos 26 municípios do Pantanal, nos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, os que mais contribuíram para a destruição do bioma foram: Corumbá, Aquidauana, Cáceres (MT), Santo Antônio do Leverger (MT) e Rio Verde.

As emissões anuais médias de dióxido de carbono associadas ao desmatamento no período foram de 16 milhões de toneladas, informou o ministério.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o município de Corumbá, que representa 40% do total da área total do Pantanal, é, em números absolutos, o responsável pelo maior índice de desmatamento de 2002 a 2008.

Historicamente, entretanto, o município de Cáceres figura como o município responsável pelo maior índice de desmatamento no Pantanal. Até o fim do ano o Ministério prevê dez ações para combater o desmatamento no Pantanal.

Confira a pesquisa clicando aqui.

Cerrado - O Ministério ressaltou que o estudo divulgado pela organização não governamental WWF, que fez levantamento semelhante, para o mesmo período e encontrou valor de 12.400 km2 de desmatamento não diz respeito apenas ao Pantanal.

Ele foi enfocado na Bacia do Alto Paraguai, que engloba as nascentes do Rio Paraguai e se encontram nos domínios do bioma Cerrado.

Assim, os valores apresentados no estudo do WWF foram 3.666 quilômetros quadrados (2,4%) de desmatamento na planície e 8.796 quilômetros quadrados (4%) no planalto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions