A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

25/01/2018 09:27

Diretor do HU acompanha ação da PF e diz que fraude foi na gestão passada

Ricardo Campos Jr.

A direção do HU (Hospital Universitário) de Campo Grande aguarda detalhes da investigação sobre fraude em licitações, sobrepreço e desvios de materiais por funcionários para decidir quais providências serão tomadas internamente.

O superintendente da instituição, Cláudio Silva, afirma que até o momento soube apenas que as irregularidades envolvem a compra de insumos no setor de hemodinâmica.

Ele esclarece que está à frente da unidade desde outubro e os crimes apontados pela Polícia Federal são anteriores a atual gestão.

“São fatos de 2013, desdobramento de diversas investigações que são específicas e não se restringem apenas ao HU. Assumimos ano passado, não conseguimos ainda olhar todo o andamento do hospital e estamos lutando para deixá-lo em equilíbrio”, disse o superintendente ao Campo Grande News.

Viaturas descaracterizadas da polícia em frente ao Hospital Regional (Foto: Bruna Kaspary)Viaturas descaracterizadas da polícia em frente ao Hospital Regional (Foto: Bruna Kaspary)
Policiais vasculhando HU durante a operação Again realizada nesta quinta (Foto: André Bittar)Policiais vasculhando HU durante a operação Again realizada nesta quinta (Foto: André Bittar)

De novo - A operação conjunta foi batizada de Again (novamente em inglês), justamente porque o modo de atuação do grupo é parecido com o apurado na Operação Sangue Frio há cinco anos. Desta vez o prejuízo aos cofres públicos foi estimado em R$ 3,2 milhões.

Equipes estão pelas ruas vasculhando 20 endereços em Campo Grande, Dourados e Belém (PA).Dos investigados, dois tiveram decretada a medida cautelar de colocação de tornozeleira eletrônica.

Máfia - De acordo com a PF, a “máfia” fraudava licitações causando sobrepreço nos produtos comprados. Para direcionar as concorrências, os servidores públicos envolvidos recebiam propina, pagas não necessariamente em dinheiro, mas em viagens e carros de luxo, por exemplo.

Além disso, “existem indícios de que os integrantes da organização criminosa desviavam os materiais adquiridos para serem utilizados em clínicas particulares, recebiam produtos com prazo de validade e qualidade inferiores ao previsto nos contratos e buscavam dificultar as fiscalizações da Controladoria Geral da União”, também informou a PF por nota.

O grupo atuava com ênfase no setor de hemodinâmica, para diagnósticos e tratamentos cardíacos.

Buscas - Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (25), equipes da PF e da CGU saíram à ruas para o cumprimento dos mandados.

Um dos endereços "visitados" é Hospital Universitário, mas a força-tarefa também está no Hospital da Cassems e em um condomínio Altos da Afonso Pena, que fica na avenida com o mesmo nome próximo ao Parque dos Poderes.

Sangue frio – A Operação Sangue Frio investigou esquema de médicos que desmontavam o atendimento público para criar um monopólio.

Nas primeiras horas da manhã do dia 19 de março de 2013, munidos com 19 mandados de busca e apreensão e quatro ordens judiciais de afastamento de funções, policiais federais foram ao Hospital do Câncer Alfredo Abrão, ao HU, à residência do médico oncologista Adalberto Abrão Siufi e à clínica NeoRad.

O médico cardiologista José Carlos Dorsa, diretor do Hospital Universitário à época, também foi alvo.

A ação foi resultado de apurações feitas pela PF, CGU e MPF (Ministério Público Federal) combateu o que foi chamado de “máfia do câncer”.

Ministério abre consulta sobre Plano Nacional de Segurança Pública
O Ministério da Segurança Pública lançou hoje (19) uma consulta pública sobre o plano nacional do setor. O documento, intitulado Plano Nacional de Se...
Com 3 chances na semana, amanhã a Mega-Sena pode pagar até R$ 17 milhões
Excepcionalmente nesta semana em que a Mega-Sena terá três sorteios, amanhã (20) a bolada a ser sorteada é de R$ 17 milhões para quem acertar as seis...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions