A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/12/2008 13:55

Dona de defensivos pode ser multada em até R$ 50 milhões

Redação

A empresa responsável pelos defensivos agrícolas derramados no acidente ocorrido na manhã desta quinta-feira, na BR-163, saída para Cuiabá, em Campo Grande, pode ser multada em até R$ 50 milhões. A informação é da PMA (Polícia Militar Ambiental).

De acordo com a PMA, a multa por causar poluição ambiental varia de R$ 5 mil a R$ 50 milhões e é amparada pelo artigo 61 de decreto deste ano.

O decreto diz que a multa deve ser aplicada ao responsável por causar poluição de qualquer natureza, que possa resultar em dano à saúde humana, ou que provoque a mortandade de animais ou destruição significativa da biodiversidade.

O dono da carga ainda não foi identificado. No entanto, a empresa responsável pela carreta que transportava o produto químico, Ouro Verde, foi acionada através do 0800.

Um funcionário da empresa esteve no local, assim como um técnico da Suatram, empresa responsável pela assessoria ambiental do produto química, também acionada através do 0800.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil limpam a pista. A previsão é que a rodovia seja liberada às 16h30.

O acidente envolveu, além da carreta com defensivos, uma que transportava milho, um Celta e um Santana. A informação, ainda não confirmada, pois os corpos ainda estão no meio das ferragens, é de que sete pessoas ficaram feridas e uma morreu.

A colisão, segundo uma testemunha, foi causada pela ultrapassagem indevida do Celta, seguia no sentido interior-Capital.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions