A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/10/2009 10:39

Dourados discute hoje solução para salário de médicos

Redação

Uma audiência pública na noite desta quinta-feira vai discutir em Dourados uma solução para o impasse sobre o salário dos médicos. Com o piso de R$ 7 mil aprovado pelo Congresso Nacional e com os adicionais por produtividade e plantões, alguns médicos contratados pela prefeitura passaram a ganhar mais que o prefeito Ari Artuzi (PDT), cujo salário é de R$ 13 mil. A Constituição estabelece que nenhum servidor municipal pode ganhar mais que o prefeito.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, neste mês pelo menos 18 médicos tiveram o salário reduzido por determinação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) pelo fato de o vencimento ter ficado acima do salário do prefeito. Com o piso, alguns médicos passaram a receber cerca de R$ 20 mil por mês.

O secretário de Saúde, Mário Eduardo Rocha Silva, teme que a limitação dos vencimentos desestimule os médicos a trabalhar na saúde pública. Dourados enfrenta falta de médicos, principalmente especialistas, para atender nas unidades de saúde.

Uma das propostas que serão discutidas na audiência pública é aumentar o salário do prefeito Ari Artuzi (PDT), medida defendida pela Associação Médica da Grande Dourados. Proposta pelo vereador Junior Teixeira (PDT), a audiência pública será no auditório da OAB, às 19h.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions