A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/11/2009 09:00

Dourados volta a discutir hoje salário de médicos

Redação

Representantes da Associação Médica da Grande Dourados e vereadores voltam a se reunir nesta terça-feira para tentar encontrar uma solução para o salário dos médicos que trabalham no serviço público de saúde. A audiência pública realizada na quinta-feira, não chegou a um consenso para resolver o problema que surgiu após entrar em vigor o piso dos médicos, de R$ 7 mil.

Com esse piso, o salário de alguns médicos chegou perto de R$ 20 mil e superou o salário do prefeito Ari Artuzi, de R$ 13 mil. Pela Constituição Federal, nenhum servidor pode ganhar mais que o prefeito. Em outubro, 18 médicos tiveram os vencimentos cortados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) por ultrapassarem o teto.

Duas possibilidades estão em discussão. Uma delas é criar uma lei para retirar do salário o valor pago por produtividade e pelos plantões. Neste caso, os adicionais seriam pagos, mas para definir o valor dos vencimentos seria levado em conta apenas o salário-base. A outra proposta seria aumentar o salário do prefeito.

O líder do prefeito na Câmara, Junior Teixeira (PDT), que propôs a audiência pública realizada na quinta-feira, disse que as duas propostas são complicadas. Segundo ele, a lei determina que a remuneração

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions