A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

05/11/2009 08:56

Dourados volta a discutir salário de médicos nesta 5ª

Redação

Ficou para 14h desta quinta-feira a reunião marcada para ontem para discutir o impasse sobre o salário dos médicos de Dourados. Pelo menos 18 profissionais sofreram corte no salário em outubro.

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) determinou o corte pelo fato de o valor dos vencimentos de 18 profissionais ser maior que o salário do prefeito Ari Artuzi (PDT), de R$ 13 mil.

A Constituição determina que nenhum servidor municipal pode ganhar mais que o prefeito. Alguns médicos de Dourados passaram a receber quase R$ 20 mil com o piso de R$ 7 mil mais adicionais por produtividade e plantões.

Na reunião desta quinta, na prefeitura, deve ser fechado um acordo para adequar a lei complementar 117 (plano de cargos e carreiras dos servidores municipais) à lei federal 8852, de 1994, que trata os plantões como pagamento extraordinário e temporário e desvincula esse valor da remuneração.

O vereador Junior Teixeira (PDT), líder do prefeito na Câmara, disse que a alteração na lei municipal é "a única possibilidade legal" para tentar uma solução para o impasse. A Secretaria Municipal de Saúde teme que muitos médicos deixem de cumprir os plantões devido ao corte de salários. A Associação Médica da Grande Dourados apoia a mudança.

Mega-Sena sorteia bolada acumulada em R$ 20 milhões nesta quarta-feira
A Mega-Sena vai sortear na noite desta quarta-feira (24), após quatro sorteios sem vencedor do prêmio principal, a bolada acumulada em R$ 20 milhões....
UEMS abre período de rematrículas; prazo vai até o dia 3 de fevereiro
Já foi aberto pela UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) o período para rematrículas dos acadêmicos da para o ano letivo de 2018. O praz...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions