A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/05/2008 16:00

Eleição do Crea gera troca de ações judiciais

Redação

A disputa pela presidência do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de Mato Grosso do Sul), cujo orçamento anual é de R$ 10 milhões, já gerou troca de ações judiciais entre dois candidatos: Jean Saliba e Jary de Carvalho. Desta vez, Carvalho formalizou mandado de segurança para impugnar a candidatura do concorrente Saliba.

De acordo com o advogado Wilson Loubet, Jean Saliba não apresentou a certidão negativa exigida pela Comissão Eleitoral. Loubet afirma que o documento não foi apresentado porque Saliba teve as contas reprovadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) na época em que foi presidente do Crea.

O candidato Jean Saliba afirma não ter tomado conhecimento do mandado de segurança e garante que o regulamento eleitoral veda qualquer tipo de inscrição sem a certidão. Ele ressalta ainda que não teve as contas reprovadas e que o Crea, como uma autarquia federal, está sujeito à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Na semana passada, a assessoria jurídica de Jean Saliba impetrou também pedido de impugnação contra a candidatura de Carvalho, alegando abuso de poder econômico e político do concorrente.

Todos os mandados de segurança, formalizados por Saliba, foram julgados improcedentes, segundo Wilson Loubet. Ele revela que irá recorrer da decisão.

A eleição no Crea será no próximo dia 4 de junho e conta com quatro candidatos: Cláudio Anache, Jari de Carvalho, Jean Saliba, e o engenheiro agrônomo Antônio Amaral.

A entidade representa 11,8 mil profissionais. O eleito terá um mandado de três anos.

O pleito deste ano traz uma novidade: a definição da seção eleitoral. Não será permitido o voto em trânsito, portanto cada profissional deverá votar na urna alocada na inspetoria ou escritório do Crea-MS de sua região.

Serão 15 localidades com urnas, que abrangerão todas as cidades do Estado.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions