A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/03/2009 14:37

Em 10 anos, Campo Grande News foi vitrine de talentos

Redação

Em dez anos de história, o Campo Grande News foi ponto de passagem para profissionais que ganharam projeção dentro e fora de Mato Grosso do Sul.

"O Campo Grande News é uma escola. Muito saíram da faculdade, aprenderam a fazer jornalismo aqui e foram para o mercado prontos", afirma o diretor-editor Lucimar Couto.

A trajetória se aplica ao jornalista Eduardo Miranda, do jornal Correio do Estado. "Entrei no Campo Grande News em março de 2000. Estava na faculdade e fazia a apuração das matérias", recorda. Eduardo permaneceu no site até 2003. "Depois do Lucimar, sou um dos fundadores", brinca.

Para ele, o webjornalismo contribui para que o profissional atue em diversas editorias. "Você passa a ser 'coringa'. Atua em qualquer área, não tem aquela coisa específica, como fazer só economia, política", define.

Marina Miranda também ingressou no Campo Grande News quando ainda era estudante de jornalismo. "Entrei em 2002 para trabalhar na pauta e no ano seguinte fui efetivada na reportagem. Para mim, profissionalmente, foi maravilhoso por quanto da equipe. Eram profissionais qualificados que me orientaram e me fizeram ter certeza que queria ser jornalista", afirma.

Após cinco anos no jornalismo on-line, a profissional agora trabalha na agência de Comunicação Approach, em São Paulo. A empresa tem sede no Rio de Janeiro e filiais na capital paulista e Brasília.

São Paulo também foi o destino do jornalista Afonso Benites, que foi estagiário e repórter no Campo Grande News. Atualmente, ele é repórter free lancer no jornal Folha de São Paulo.

Correspondente do jornal Folha de São Paulo em Porto Alegre (RS), o jornalista Graciliano Rocha, trabalhou no Campo Grande News em três ocasiões. "Fiquei três anos no site: um como correspondente em Dourados, um como chefe de redação e o último como repórter de política".

De acordo com ele, um diferencial é o fato do site pautar os demais veículos da imprensa local. "A experiência no site foi muito boa. O Campo Grande News foi um jornal bem aberto a experimentar coisas novas".

Com experiência em jornal impresso e televisão, ele salienta que se surpreendeu com a possibilidade de fazer reportagens. "Quando se fala em jornalismo on-line espera-se notinhas de 3,4 linhas, textos pequenos. Mas o site tinha matéria muito maior do que um jornal impresso. Além do factual, faz jornalismo investigativo", salienta.

Parceiros - Além dos "colaboradores", o site comemora os parceiros que apostaram na idéia. Há dez anos, quando o jornalismo on-line nascia em Mato Grosso do Sul com o Campo Grande News, a rede de supermercado Comper apostou no projeto pioneiro e divulgou seus produtos na internet.

"O Comper viu que seria um forte meio de comunicação, diante do fato das pessoas estarem mais antenadas à internet", salienta o gerente-regional do Comper, Rodrigo Costa.

Ele relata que desde então a mídia eletrônica trouxe bons resultados. "Em diversas situações a gente tem divulgado produtos no site e a procura tem um aumento considerável", afirma.

De acordo com ele, a divulgação no site foi mantida até mesmo em situações de cortes de gastos com publicidades. "

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions