A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/03/2009 16:12

Em 20 minutos, chove o dobro de todo o mês na Capital

Redação

Em apenas 20 minutos, choveu o dobro do volume de água registrado nos últimos 9 dias em Campo Grande. A informação é do meteorologista Natálio Abrão, da Anhanguera.

O Lago do Amor transbordou e o córrego Cabaça também, paralisando o trânsito na região da Costa e Silva. Por cerca de dois quilômetros em volta da avenida, avançar alguns metros demorava minutos, do cemitério Santo Antônio até o Atacadão.

Os motoristas começaram a usar vias alternativas, que também estavam alagadas. Para piorar o quadro, dois caminhões atolaram em ruas que dão acesso à Costa e Silva, um deles no prolongamento da Via Morena.

Muito motorista que tentou atravessar a Costa e Silva ficou parado no meio da avenida, com o carro apagado. "Vi um carro parado, mas pensei que o meu conseguiria porque é mais alto, mas cai no buraco", conta JOsé Carlos Amorim, de 50 anos.

Trovoadas - Os raios e trovões anunciaram que a tempestade cairia com força. A chuva, que começou a cair por volta das 16h40, chegou a 22 milímetros, interrompeu o abastecimento de energia em diferentes regiões, provocou alagamentos e tumulto no trânsito.

Durante todo o mês de março, choveu apenas 12 milímetros em Campo Grande e a população sofreu com temperaturas recordes para o período, com até 38,5ºC na semana passada.

Segundo o meteorologista, os ventos chegaram a 68 quilômetros por hora na cidade. A região das Moreninhas, Centro, Jardim dos Estados, Parque dos Poderes e Maria Aparecida Pedrossian foram as regiões onde a chuva caiu com mais força.

Por conta das áreas de instabilidade, que provocaram a tempestade, a temperatura caiu cerca de 10 graus, em cerca de meia hora.

Outro ponto - No cruzamento da rua Bahia com Joaquim Murtinho, o corrégo também transbordou, colocando em risco os veículos que tiveram de diminuir bastante a velocidade.

Um motociclista atravessou a enxurrada com um menino na garupa, aos prantos diante da cena tumultuada.

Ainda conforme Natálio Abrão, também está chovendo em Corumbá, onde a água está sendo providencial para apagar focos de incêndio.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions