A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

28/01/2013 10:27

Em Campo Grande, vizinhos lamentam morte de estudante em boate incendiada

Paula Maciulevicius
Na residência da família, portas e janelas fechadas e apenas um carro na garagem. (Foto: Rodrigo Pazinato)Na residência da família, portas e janelas fechadas e apenas um carro na garagem. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Na rua da casa da família do estudante David Santiago Souza, 23 anos, morto no incêndio na boate em Santa Maria, a movimentação nesta manhã era de vizinhos que ainda não sabiam que a tragédia tinha feito uma vítima tão próxima.

Na residência da família, portas e janelas fechadas e apenas um carro na garagem. Hoje ninguém viu os moradores entrando ou saindo. Os telefones celulares caem direto na caixa de mensagem.

O cabeleireiro Alexandre Alves, 28 anos, conta que a família mora ali há pouco mais de cinco anos. “Ele não morava, ele só visitava a família”, comentou.

O vizinho, também jovem, lamentou o episódio. “Estou muito triste porque eu também saio, agora a gente pensa em tomar mais cuidado. Eles eram muito jovens”, completou.

O motorista Aparecido Medeiros Moraes, 55 anos, disse à reportagem que os cumprimentos não passavam de ‘bom dia’ ou ‘boa tarde’ e que a família de David era muito reservada. Até esta manhã ele não sabia que o filho do casal tinha sido uma das 231 vítimas do incêndio.

“É terrível uma tragédia dessas. Infelizmente não deixou muito tristes”.

Alexandre Alves não sabia até então que o vizinho estava entre as vítimas. (Foto: Rodrigo Pazinato)Alexandre Alves não sabia até então que o vizinho estava entre as vítimas. (Foto: Rodrigo Pazinato)

David estudava o 3° semestre de Odontologia na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) e foi à boate no sábado para comemorar o aniversário de 23 anos. Aqui em Campo Grande, o jovem terminou o Ensino Médio no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora em 2008.

Segundo a direção do colégio, ele era um bom aluno e a família participava de reuniões e acompanhava a vida escolar.

Na escola o clima também é de tristeza. Desde que foi constatado que o ex-aluno estava entre as vítimas, o colégio passou a fazer orações e hoje vai realizar uma missa não só por David como todos os outros.

De Mato Grosso do Sul, foram três jovens que morreram na tragédia do incêndio na boate de Santa Maria na madrugada deste domingo. Além de David, morreu na boate Flávia de Carli Magalhães, de 18 anos, de Chapadão do Sul e no hospital, Ana Paula Rodrigues, 20 anos, de Mundo Novo.

O secretário de Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Marun, está a caminho de Santa Maria para dar apoio às famílias vítimas da tragédia que matou 231 pessoas na madrugada deste domingo, no incêndio em uma boate.

Marun passava o final de semana com a família em Porto Alegre e recebeu a orientação da governadora em exercício do Estado, Simone Tebet (PMDB), para acompanhar o atendimento aos familiares de perto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions