A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/03/2010 14:35

Em Londres, camelôs lembram a Rui Barbosa de há 11 anos

Redação

Quem disse que em Londres não tem camelô? Pois tem. E nem é em um local exclusivo como o Camelódromo de Campo Grande. São barracas instaladas em vários locais e em plena calçada de avenidas importantes como a Totteham Road e a Oxford Street, que lembram a nossa antiga Rui Barbosa, no trecho entre Barão do Rio Branco e Afonso Pena, onde há 11 anos os camelôs tomavam conta de toda a calçada e disputavam espaço com os pedestres.

O campo-grandense com mais de 20 anos de idade que vier a Londres e passear pela Totteham Road, com suas lojas de produtos eletrônicos de lado a lado, ou pela Oxford Street, um dos melhores locais para fazer compras na capital inglesa, uma espécie de shopping a céu aberto, onde há de famosas lojas de departamentos e marcas internacionais a boutiques de designers e cadeias de lojas, certamente vai se lembrar da nossa antiga Rui Barbosa.

Aliás, caminhar pela Oxford Street é um programa quase imperdível. Mesmo que não compre nada. Só o fato de ser uma das avenidas comerciais mais importantes da Europa já faz valer a pena. São grandes magazines misturadas com pequenas lojas de descontos com produtos expostos em bancas na calçada e barracas de camelôs que vendem até Louis Vuitton a preço popular. Nesta época do ano, além das vitrines com suas coleções de inverno em liquidação, no vai-e-vem das pessoas é possível observar todas as tendências de moda e comportamento. Nada causa espanto.

Lojas como a Zara, Mango, H&M e até a Nike com produtos que seguem as tendências da moda a um preço acessível estão entre as mais freqüentadas da Oxford Street, mas a preferida parece ser a gigantesca Primark, distante apenas 200 metros do Park Lane, um dos principais parques públicos de Londres. Com preços populares, a loja tem tudo da moda masculina e feminina e está sempre cheia. Lá podemos ouvir todo tipo de idioma. "Aqui tem de tudo para todos os gostos e bolsos de gente do mundo inteiro. Brasileiro aqui nada de braçada. Podemos comprar por uma miséria e ainda tirar uma onda com os amigos no Brasil", disse o três-lagoense Anselmo Luiz Souza, que está há 5 anos na Inglaterra.

Segundo Anselmo, que em Londres ganha a vida fazendo serviços gerais na área da construção civil, quando o dinheiro não permite fazer compra nem na Primark a solução está nos camelôs. "Mais barato do que nos camelôs é difícil", comentou.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions