A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/01/2015 14:15

Em MS, 31,8 mil já fizeram inscrição para o Sisu, segundo o MEC

Ricardo Campos Jr.

O curso de medicina da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) no campus de Campo Grande tem a décima maior nota de corte do país, segundo tabela divulgada pelo MEC. No estado, 31,8 mil já fizeram inscrições para disputar uma vaga no ensino superior por meio do sistema.

É a primeira vez que a graduação é oferecida na capital sul-mato-grossense. O prédio onde os alunos estudarão ainda está sendo construído. Apesar de liderar no âmbito estadual o ranking das maiores notas de corte após dois dias de inscrições, o curso teve queda na pontuação que passou de 796,99 para 788,29, e está prestes a ser alcançado pelo da UFMS, cuja nota de corte aumentou de 782,02 para 785,15

A lista do MEC tem apenas instituições que disponibilizaram todas as vagas pelo sistema e não atribuíram bônus às notas dos estudantes. Em primeiro lugar na lista está o curso de direito da Universidade Federal Fluminense (827,37), seguido pelo curso de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (821,64), engenharia química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (814,95), medicina na Universidade Federal de Minas Gerais (809,32), medicina na Universidade Federal de Ouro Preto (809,11), medicina na Universidade Federal do Pernambuco (807,69), engenharia aeronáutica na Universidade Federal de Uberlândia (806,98), medicina na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (802,58) e ciências econômicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro (801,7).

Top 5 – A UFMS ainda agrega cursos com maiores notas de corte em Mato Grosso do Sul. Os mais difíceis de entrar são medicina em Campo Grande (785,15), engenharia civil em Campo Grande (756,84), direito em Campo Grande (746,05), engenharia elétrica em Campo Grande (712,80) e direito em Corumbá (711,73).

Na UFGD medicina também tem maior nota de corte (775,82), seguido por direito (713,44), engenharia civil (704,74), engenharia mecânica (675,72) e relações internacionais (675,10).

Com relação à UEMS, atrás de medicina vem direito em Dourados (695,30), direito em Naviraí (682,13), direito diurno em Paranaíba (678,16) e direito noturno em Paranaíba (678,16).

No IFMS, o curso de sistemas para internet no campus de Campo Grande exige maior pontuação mínima para ingresso de 593,96. Em seguida vem automação industrial em Três Lagoas (590,94), análise e desenvolvimento de sistemas em Corumbá (584,20), agronomia em Ponta Porã (581,52) e análise e desenvolvimento de sistemas em Três Lagoas (567,74).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions