A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/09/2010 16:15

Em três dias, 65 vítimas de acidentes lotam Santa Casa

Redação

Feriado prolongado, bem em época de pagamento de salários é fórmula que tem resultado já conhecido pelos plantonistas da Santa Casa de Campo Grande.

Desde sexta-feira, até a manhã desta segunda, 65 pessoas internadas no hospital tem como motivo acidente de trânsito.

A estatística é divulgada como alerta aos motoristas de todo Estado, que acabam na Santa Casa da Capital mesmo quando a colisão ocorreu a muitos quilômetros de distância.

No feriado do dia 26 de agosto, entre os dias 25 e 29, a Santa Casa registrou cerca de 70 pacientes vítimas de acidentes de transito, entre atropelados, motociclistas, condutores de carros, de bicicletas, ou caminhoneiros.

Faltando um dia para igualar o período e na véspera do feriado propriamente dito, apenas 5 pacientes separam a estatística de agora da registrada no feriado de aniversário de Campo Grande.

De molho - Homem que terá o nome preservado sofreu acidente na semana passada e quando ia para o trabalho na região do Aero Rancho. O resultado foi fratura no braço e em dois lugares.

Segundo ele, a colisão ocorreu quando foi passar em cruzamento não sinalizado e acabou batendo na lateral de um carro. Ele admite que estava desatento e além da dor física, diz que o pior é mobilizar toda a família durante o tempo que ficará no hospital.

"Minha mulher gasta R$ 5,00 de vale transporte por dia, além das minhas irmãs que também vem. Ainda gasta cerca de R$ 30,00 por dia de alimentação e a casa ficou abandonada", reclama.

Ele precisa passar por cirurgia, mas como não tem plano de saúde a operação foi marcada só para o dia 20 de setembro, pelo SUS.

A moto era nova, não tinha sido emplacada, mas não sobrou nada. Para piorar, ele não tinha Habilitação. 'Pensava que nunca ia acontecer isso comigo", admite.

'Hoje eu pensaria duas vezes antes de comprar uma moto', diz montador de móveis de 25 anos, também internado na Santa Casa nesta segunda-feira.

"Foi o primeiro acidente e se Deus quiser não vai ter outro. E isso aqui é lição para eu aprender", comenta.

Outro rapaz, de 18 anos, sofreu acidente no feriado do dia 26 e Agosto e ainda está na Santa Casa. "Vou ficar aqui por tempo indeterminado", conta em uma maca na enfermaria do Hospital.

Com a superlotação costumeira, a direção da Santa casa diz que a prioridade no atendimento é para crianças, idosos e casos mais graves.

O hospital não autorizou imagens dos pacientes citados nesta reportagem.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions