A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/04/2009 13:59

Em troca de tiros, terceiro assaltante de bando é morto

Redação

O assaltante Heraldo Silva Barbosa, de 19 anos, que conseguiu fugir do cerco policial montado ontem entre as cidades de Inocência e Três Lagoas acabou morrendo hoje, após um confronto com a polícia.

Segundo a polícia, o assaltante estava escondido a cerca de 200 metros da sede da Fazenda São João, próximo a uma plantação de eucalipto. Ao notar a presença das viaturas começou a efetuar disparos de espingarda calibre 12 contra os policiais, sendo que dois tiros acertaram uma viatura descaracterizada da polícia.

As equipes revidaram os tiros que acabaram atingindo Barbosa. Ele foi socorrido com vida, mas morreu a caminho do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas. Conforme a polícia, o corpo de Barbosa será levado para Ilha Solteira.

A operação realizada nessa manhã contou com a participação das polícias Militar e Civil de Três Lagoas e Selvíria, equipes da Rotai (Rondas Ostensivas e Táticas do Interior), do 2º Batalhão de Polícia, do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Seqüestros) e da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade e policiais civis em motocicletas.

Ontem pela manhã, Daniel Aparecido da Silva, 20 anos, e Elizeu Ferreira Barbosa, 31 anos, suspeitos de estar envolvidos em 21 assaltos desde 12 de fevereiro deste ano, foram mortos em troca de tiros com a Polícia. Heraldo havia conseguido fugir.

Eles praticavam ações na região do Bolsão e na divisa com o Estado de São Paulo, segundo o delegado que investigava o bando, Messias Pires, de Selvíria, município distante 422 quilômetros de Campo Grande.

A Polícia Civil monitorava o grupo, que praticava roubos na área rural. Em uma das ações, os assaltantes atingiram o dono de uma fazenda em Cassilândia, que ficou ferido durante as 13 horas em que os bandidos permaneceram na casa.

De acordo com o delegado, o trio estava em matagais na região de Três Lagoas desde quinta-feira. Os bandidos invadiram uma propriedade e sequestraram o dono.

No entanto, a ação foi interrompida porque na fuga houve um acidente entre o veículo ocupado pelos assaltantes e a vítima. Eles colidiram contra uma capivara e foram obrigados a ficar no meio do mato até às 6h, quando decidiram ir para outra fazenda.

Os marginais falaram aos moradores da casa que queriam comida. Por medo, eles já avisaram a PM, que foi ao local.

Depois de horas sem comer, os bandidos foram pedir comida na mesma casa, onde havia uma campana.

Um deles, armado com espingarda, ao ver os policiais, atirou por toda sede. Segundo o delegado, a casa ficou crivada de balas. Havia tiros nas paredes, janelas, antena parabólica e até no banco que fica em frente à sede.

O delegado ressalta que, em uma ação praticada em fazenda no Estado de São Paulo, foi roubada uma caminhonete F-250, que foi vendida em Mineiros (GO). O veículo foi recuperado pela Polícia.

Segundo a polícia, o corpo de Elizeu foi levado para Macaubal (SP) e o do assaltante Daniel está sendo velado em Selvíria.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions