A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

23/08/2016 11:02

Assembleia descarta reabertura de prazo de inscrição para concurso

Presidente disse que cota de 20% para negros está prevista e mudança do certame prejudicará candidatos

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mochi (PMDB). (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno/ALMS)Presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mochi (PMDB). (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno/ALMS)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul não reabrirá o prazo de inscrição de seu concurso público, afirmou, nesta terça-feira (23), o presidente Junior Mochi (PMDB). O MPE-MS (Ministério Público Estadual de MS) pediu para a casa de leis reabrir a inscrição, argumentando que ela descumpriu, em seu edital, a previsão de destinar 20% para negros.

Ao contrário do que prevê a lei aprovada pela própria Assembleia, no edital constava a reserva de cota de 10% e não os 20%, mas, segundo Mochi, a comissão corrigiu assim que percebeu o equívoco, publicando, inclusive, um ato de retificação.

Agora, ainda de acordo com o presidente, a casa de leis aguarda um posicionamento do Ministério Público, que tinha dado 10 para o Legislativo Estadual responder, o que já ocorreu. Na recomendação, publicada semana passada, a instituição ainda previu adoção de medidas judiciais, se a casa de leis não cumprisse o pedido.

Mochi explicou também que qualquer alteração de prazo poderia prejudicar outras pessoas e criar mais um problema, já que muitos candidatos de cidades de fora teriam comprado passagens para 25 de setembro, quando ocorrerá a prova. Além disso, a Fundação Carlos Chagas, que faz o certame, alugou as salas onde ocorrerão a prova na data marcada.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions