A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Janeiro de 2020

17/02/2019 10:50

Candidatos chegam 3 horas antes e movimentam locais de provas

Eles preferiram sair de madrugada para chegar no dia da prova, com algumas horas de antecedência

Leonardo Rocha
Candidatos que vieram do interior chegam mais cedo para as provas (Foto: Leonardo Rocha)Candidatos que vieram do interior chegam mais cedo para as provas (Foto: Leonardo Rocha)

Depois de enfrentar horas de viagem, candidatos que vieram do interior do Estado para o concurso da SED (Secretaria de Educação), neste domingo (17), chegaram três horas antes de abrirem os portões na Capital. Eles vieram de ônibus e vans direto para o local de prova, no prédio da Uniderp, na expectativa de uma vaga no serviço público.

Os portões vão se abrir a partir das 12h e fechar por volta das 14h, por isso a alternativa para eles é permanecer na frente dos locais de prova, seja no ponto de ônibus ou arranjar alguma sombra perto do local. Eles disseram ao Campo Grande News que preferiram chegar na hora, ao invés de um dia antes, tendo que arcar com diárias de hotéis e outros gastos.

Valdomiro Ferreira Soares, de 48 anos, veio de Figueirão, cidade que fica a 226 km da Capital. Ele já trabalha na educação, sendo professor na cidade há 23 anos, no entanto desta vez está buscando uma vaga de assistente educacional. “Foram três horas de viagem, e preferi vir direto para a prova. Espero que o concurso não esteja tão difícil”.

Mesma situação de Thais Luana Rodrigues, 22, que também veio de Figueirão. “Saímos às 4h40 da madrugada. Realmente é cansativo, mas o concurso vale o esforço”. Ela vai disputar uma das vagas para o setor de limpeza. “Estudei o conteúdo específico e estou confiante”. A intenção é se tornar servidora pública. “Mais estabilidade”.

Juscileide Duprato,25, que faz prova para assistente educacional, veio de Coxim, cidade que fica a 260 km da Capital. Ela contou que trabalha como auxiliar de cobrança no comércio, mas quer entrar para o setor de educação. “Posso dizer que estudei de forma razoável, e estou com boa expectativa de ser aprovada”.

Diferente dos demais, Samara Alencar da Silva, 24, preferiu chegar um dia antes em Campo Grande, para conseguir “descansar” melhor e chegar mais tranquila para prova. “Cheguei ontem (16) por volta das 11h30. A noite fui passear na Feira Central e logo cedo já vim para esperar a prova”. Ela veio de Ladário e espera ficar com a vaga de secretária, na rede estadual de ensino.

Ambulantes aproveitam para vender água, refrigerante e salgado próximo ao local de prova (Foto: Leonardo Rocha)Ambulantes aproveitam para vender água, refrigerante e salgado próximo ao local de prova (Foto: Leonardo Rocha)

Comércio – Além dos candidatos, os ambulantes também aproveitam para vender produtos na frente dos locais de prova e assim aumentar o lucro da semana. Sirlei Rodrigues, 57, que vende pipoca todos os dias em frente a Uniderp, já monta sua barraca em dias de concurso para vender água, salgado e refrigerante.

“A expectativa é positiva, por ser uma prova com muitos candidatos. O pessoal compra mais na entrada, principalmente água. Já no final (prova) a maioria quer seguir direto para casa”. Ela chegou bem cedo para estar à disposição dos primeiros candidatos.

Prova – O concurso da SED (Secretaria de Educação) terá a participação de 24.171 candidatos em busca de vagas de cargos administrativos e professores. O Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Transito) irá organizar o fluxo de veículos no entorno das universidades da Capital.

As provas serão aplicadas em três unidades educacionais de Campo Grande e em cinco locais no município de Dourados. O exame é organizado pela Funrio (Fundação de Apoio a Pesquisa, ao Ensino e Assistência do Rio de Janeiro). Os candidatos terão quatro horas para terminar a avaliação, que dispõe de 70 questões.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions