A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

29/08/2013 11:40

Juiz isenta carentes do pagamento de taxa em concurso de auditor do TCE

Edivaldo Bitencourt

O juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, concedeu liminar, a pedido do MPE (Ministério Público Estadual), para isentar do pagamento da taxa de inscrição no concurso de auditor do Tribunal de Contas do Estado. A medida contempla quem recebe até três salários mínimos por mês.

O magistrado determina a isenção para quem se inscrever até amanhã (30 de agosto) e determina a devolução para quem pagou R$ 250,00 para se inscrever. São três vagas com salário inicial de R$ 24.057,00.

Na decisão, o magistrado deferiu parcialmente o pedido liminar para antecipar a tutela jurisdicional no sentido de reconhecer aos candidatos que percebam remuneração inferior ou igual a três salários mínimos a isenção da taxa de inscrição.

“Determino, assim, que o requerido devolva o dinheiro da inscrição àqueles que, em 10 dias da publicação da presente, fizerem prova, perante a comissão de concurso, de que preenchem os requisitos da Lei Estadual n. 2.557/2002. Determino, também, que seja concedida a referida isenção àqueles que, atendendo aos requisitos da lei, venham requerer sua inscrição no concurso até o dia 30/08/2013 (item 4.1 do edital), aos quais também concedo o prazo de 10 dias da publicação desta para fazerem prova, perante a comissão de concurso, de sua condição de hipossuficiente nos termos da lei já mencionada”, ressalta Gomes Filho.

O edital previu a gratuidade da inscrição apenas àqueles que estejam regularmente cadastrados no programa Bolsa Família, ignorando, segundo o relato do MP, o que dispõe a Lei Estadual n. 2.557/2002 que amplia esta isenção a todos os que recebem até 3 salários mínimos mensais.

De acordo com o juiz, é inequívoco que o edital previu a isenção da taxa de inscrição apenas aos beneficiários do programa governamental, porque decorre da literalidade do texto dos itens 5.1 e seguintes do edital.

“O Edital n. 02/2013 não contemplou todas as pessoas a quem a lei garante a isenção das "taxas de inscrição" em concursos públicos. O fundado receio de dano irreparável decorre da impossibilidade de se garantir aos possíveis beneficiados pela Lei 2.557/2002 que participem do concurso sem o pagamento da inscrição, caso esta decisão venha apenas na sentença, pois certamente ele (concurso) estará finalizado. O prejuízo, neste caso, é irreparável pelo simples decurso do tempo”.

O cumprimento da decisão cabe ao Tribunal de Contas de MS, que irá avaliar se será necessário mudar o cronograma já estabelecido no edital e, por consequência o próprio edital, ou se é possível manter o cronograma enquanto se revisa os pedidos de inscrição indeferidos e os pedidos daqueles que querem a devolução da taxa paga indevidamente. As inscrições terminam amanhã.

TCE abre inscrição de concurso para três vagas com salário de R$ 24.057
O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE/MS) abriu as inscrições para o concurso público para a contratação de três auditores do Tribunal de C...
Seguem abertas as inscrições para professores temporários na UEMS
Seguem abertas as inscrições para contratação de professores temporários na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), na área de língua ing...
UEMS recebe até dia 2 inscrições para seleção de professor temporário
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) recebe até dia 2 de junho as inscrições para seleção de professor temporário de Língua Inglesa. ...
Exército abre vagas para engenheiros com salários de até R$ 6,7 mil
A Comissão de Obras do 3º Grupamento de Engenharia, abriu edital de Processo Seletivo para a contratação de pessoal por tempo determinado. O processo...



Quem fez a inscrição, como proceder para solicitar a isenção da taxa de inscrição?
 
Cipriano Martinez em 30/08/2013 07:52:13
Alguem sabe informar onde solicito a isenção da taxa
 
Gemilda Cintra em 29/08/2013 13:20:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions