A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

06/07/2012 07:35

PGR pede à Justiça suspensão de concursos da Policia Federal

Aline dos Santos

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ajuizou, no STF (Supremo Tribunal Federal), pedido de suspensão de concursos públicos para o provimento de vagas nos cargos de escrivão, perito criminal e delegado de Polícia Federal. Os editais, de números 9/2012, 10/2012 e 11/2012, foram publicados no dia 11 de junho.

A justificativa é de que, ao não fazer reserva de vagas para pessoas portadoras de necessidades especiais, a União descumpriu decisão proferida pela ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha.

Em 26 de março, a ministra deu provimento à uma reclamação com fundamento na jurisprudência firmada pelo Supremo ,“que assentou a obrigatoriedade da destinação de vagas em concurso público aos portadores de deficiência física, nos termos do inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal”.

O procurador-geral da República pede a concessão de liminar para que sejam suspensos os concursos públicos e, no mérito, a procedência do pedido, para confirmar a liminar, se concedida, e determinar a União a promover a reserva de vagas para pessoas portadoras de necessidades especiais. O concurso recebe inscrições até dia 9.

Termina dia 9 prazo de inscrição no concurso da Polícia Federal
Termina na próxima segunda-feira o período de inscrições para concurso da Polícia Federal. São 600 vagas e o certame é voltado aos cargos de perito c...
Planejamento autoriza nomeação de candidatos aprovados para INSS e Anvisa
Portaria do Ministério do Planejamento, com a autorização da nomeação de 100 candidatos aprovados no concurso público feito pelo Instituto Nacional d...


Então ele é digitador, não policial.
 
silviio luiz em 08/07/2012 11:19:02
"Tem que ter mesmo a reserva parte das funcões de digitalização e conhecimento técnico podem ser feitas por qualquer candidato mesmo tendo alguma deficiência, a União tem reservar parte das vagas como resa a lei, o procurador está correto."
 
Leonardo Paraguaio em 06/07/2012 12:13:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions