A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/02/2009 07:51

Empresa desiste de parceria e fecha Restaurante Popular

Redação

O fechamento anunciado ontem do Restaurante Prato Popular, inaugurado em novembro de 2004 no Parque do Lageado, teve como justificativa a elaboração de um projeto diferenciado.

A informação partiu da secretaria de Assistência Social do Governo Tânia Garib que falou agora pela manhã em um evento no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo sobre o fim das refeições com preço popular.

De acordo com Tânia, em janeiro deste ano a Coca-Cola, empresa responsável pela manutenção do projeto firmado juntamente com o governo do Estado, procurou a secretaria para informar sobre o fechamento do restaurante que oferecia refeições ao preço de R$ 1.

Segundo ela, a justificativa apresentada por representantes da empresa foi de que o objetivo do projeto, que era atender famílias do lixão, já não era mais alcançado.

O fechamento ocorreu apesar da própria secretaria admitir que trabalhadores recorriam o local para garantir o almoço, o que também pode ser considerado "objetivo social" do projeto.

"Segundo o que nos foi apresentado,as pessoas que freqüentavam o local eram trabalhadores que não tinha nenhuma ligação com o lixão", justifica, no entanto.

Quando foi inaugurado, a estimativa era de atender no local 350 pessoas ao dia. Hoje, esse número não passa de 90 trabalhadores, diz Tânia Garib. acredita que a distância entre o lixão e o Restaurante Popular foi a maior responsável pela baixa procura de trabalhadores ao local.

Conforme a secretaria, apesar da justificativa, a Coca-Cola ainda não apresentou nenhum projeto que substituirá o finalizado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions