A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

02/07/2010 15:55

Empresário tem prisão temporária decretada

Redação

O empresário Luiz Afonso Santos de Andrade, de 42 anos, teve a prisão temporária decretada por 30 dias, por ser o principal suspeito pelo assassinato da arquiteta Eliane Aparecida Nogueira, de 39 anos.

O prazo ainda poderá ser prorrogado por mais um mês, caso seja necessário mais investigações sobre o caso.

Hoje a tarde foi feita perícia no carro de Luiz Afonso, um veículo Volvo que está no IMOL (Instituto Médico Odontológico Legal), mas detalhes sobre o trabalho ainda não foram divulgados.

Nenhum parente da vítima prestou depoimento até agora, apenas o sócio de Eliane, Luiz Pedro Scalise, esteve espontaneamente na delegacia hoje pela manhã.

Ele apresentou uma foto de festa no dia do crime, onde Luiz Afonso aparecia com uma roupa diferente da apresentada por ele à Polícia, o que reforçou as suspeitas sobre a autoria do assassinato.

Outro ponto foi comprovante de compra de gasolina, na tarde de ontem, mesmo produto usado para incendiar o carro da arquiteta, um Pólo, encontrado hoje cedo no bairro Tirantes, com o corpo dentro.

Luiz Afonso tem família fora do Estado e um filho de outro casamento, mas diz que ainda não entrou em contato com ninguém além do advogado.

Eliane também tem um filho de casamento anterior. Ela estava com Luiz Afonso há 2 anos e meio. Ele é dono de uma loja de iluminação na rua José Antonio, e os dois se conheceram por conta dos projetos de arquitetura.

No fim da tarde, ao deixar a Depac para ser levado ao 4º DP, Luiz Afonso garantiu que foi ele quem há cerca de 3 dias pediu separação de Eliane, que, na versão dele, não aceitou o fim do relacionamento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions