A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

20/11/2011 15:01

Enem prisional que acontece dia 28 e 29 recebeu 595 inscrições no Estado

Ana Paula Carvalho

As provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para os detentos do sistema prisional acontecem nos dias 28 e 29 deste mês e será constituído de quatro provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha e uma redação.

De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educaconais Anísio Teixeira) do Ministério da Educação, 14.118 reeducandos farão as provas em todo o País.

No Estado são 595 inscritos, 557 são custodiados pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário, 12 são internos do Presídio Federal e 26 jovens que cumprem medida socioeducativa.

Mato Grosso do Sul é sexto Estado com maior número de inscritos, ficando atrás de São Paulo (6.878), Rio Grande do Sul (934), Paraná (879) Minas Gerais (797) e Espírito Santo (762).

Em Campo Grande, o Exame será realizado no Estabelecimento Penal "Jair Ferreira de Carvalho", Instituto Penal de Campo Grande, Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” e Centro de Triagem “Anísio Lima”.

No interior, as provas serão aplicada nas unidades penais de Amambai, Aquidauana, Bataguassu, Cassilândia, Corumbá, Dourados, Dois Irmãos do Buriti, Jateí, Jardim, Naviraí, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

A Penitenciária Harry Amorim Costa, em Dourados, foi a unidade que reuniu o maior número de inscrições de internos para participação no Enem Prisional 2011 no Estado, com 83 reeducandos, seguida pelo Estabelecimento Pena com 80 e o Instituto Penal de Campo Grande com 54.

Provas e horários - No dia 28 de novembro, as provas começam às 12h e terminam às 16h30 (horário local) onde serão aplicadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

As provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias serão realizadas no dia 29, a partir das 12 horas, com encerramento às 17h30.



Boa noite,
Realmente as pessoas que estão no presídio, vivem a margem da sociedade, infelizmente quando sairem, vão continuar a margem da sociedade, porque a própria sociedade não lhes dará chance de nada, sei que há casos e casos, mas sei também que a análise só deve ser feita com conhecimento de causa e a sociedade marginaliza pessoas que nunca cometram erros, apenas um deslize e pra sempre!
 
LOADIR APARECIDA em 20/11/2011 09:19:07
Falai e procedei como pessoas que vão ser julgadas pela Lei da liberdade. Pensai bem: O juízo vai ser sem misericórdia para quem não praticou misericórdia; a misericórdia, porém, triunfa no juízo. (tg. 2,12-13)
 
Dalva Noronha em 20/11/2011 08:42:00
Meu Deus, para que gastar dinheiro com pessoas que estão às margens da sociedade, essas pessoas tem uma ficha de mais de kilometros, eles não tem mais concerto, os cara ja mataram, estupraram, assaltaram, sequestraram, puta que pariu para que fazer ENEM...Eles estão pagando o crime que cometeram, teriam que ser privado de tudo, serem retirados do convivio com pessoas de bem, depois que pagarem...
 
VALMIR NOGUEIRA em 20/11/2011 04:21:42
Agora entendo porque dizem que "cadeia é a universidade do crime..."
 
DIEGO ROZENDO ESCOBAR em 20/11/2011 03:13:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions