A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/10/2009 10:52

Enfermeiros da Santa Casa podem parar segunda-feira

Redação

Os profissionais de enfermagem da Santa Casa de Campo Grande podem cruzar os braços a partir de segunda-feira, caso a direção do hospital não pague o reajuste de 7% retroativo a 1º de maio.

A informação é do secretário de Finanças do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), João Alves Ribeiro. Segundo ele, hoje já houve uma assembléia às 6h30, haverá outra às 12h30 e a última às 18h30.

A advogada da entidade já ingressou com pedido de dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho.

No dia 31 de agosto foi firmado o acordo para reajuste de 7% perante ao Ministério Público mas, segundo João Alves, nesta semana quando os funcionários receberam o pagamento foram surpreendidos porque o aumento não foi retroativo a maio.

"Vamos avisar os órgãos competentes e cumprir o prazo de 72 horas. Se não pagarem haverá greve", avisa Alves. Segundo ele, há 900 funcionários da área de enfermagem na Santa Casa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions