A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/10/2011 11:19

Escolas estaduais vão eleger novos diretores nesta 5ª feira

Aline dos Santos

Mais de 300 escolas estaduais de Mato Grosso do Sul realizam eleições até as 20h

Eleição  vai das 8h às 20h em todo Estado. (Foto: João Garrigó)Eleição vai das 8h às 20h em todo Estado. (Foto: João Garrigó)

Mais de 300 escolas estaduais de Mato Grosso do Sul realizam eleições até as 20h desta quinta-feira para eleger os novos diretores. Os eleitos vão exercer a função por três anos.

Podem votar estudantes com idade acima de 12 anos, profissionais da educação e pais. Concorrem servidores com formação superior na área da educação do quadro permanente da SED (Secretaria de Estado de Educação).

É necessário também ter 100% de frequência na capacitação com carga horária de 40 horas e ter sido aprovado na prova de avaliação de competências.

A posse dos novos gestores escolares será em 1º de dezembro, com a assinatura do termo de compromisso.

Fetems - O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), Roberto Magno Botareli César, ressaltou que a entidade apóia uma eleição irrestrita, democrática e que realmente atenda aos anseios dos trabalhadores em educação, pais e alunos.

“A federação defende, assim como está no PNE (Plano Nacional de Educação), eleições democráticas e irrestritas. Consideramos que o Governo do Estado utiliza cláusulas de barreiras no processo de eleições para diretores, por exemplo, limita o número de pessoas que irão fazer o curso para prestar a prova e daí poderem concorrer as eleições, acaba então existindo uma eleição antes da eleição de fato”, explica.

Segundo a secretária dos funcionários administrativos da FETEMS, Idalina da Silva, a entidade se posiciona contra o fato de que o curso que é concedido aos candidatos aconteça apenas uma vez e antes da eleição.

“Dessa maneira o Governo não está investindo na capacitação dos diretores, está apenas tornando o processo menos democrático, além de que o candidato faz este tal curso apenas uma vez, se na próxima eleição for concorrer novamente não precisa mais fazer, o que vale é a sua nota anterior”, disse.

Para o secretário de finanças da Fetems, Jaime Teixeira, nesses mais de 20 anos de eleições para diretores na Rede Estadual de Ensino também houve avanços, como o fato de que agora votam não apenas os alunos, como também todos os trabalhadores em educação lotados na escola e os pais ou responsáveis pelo aluno. “Com a proporcionalidade de um terço dos votos para trabalhadores, pais e alunos temos toda a comunidade envolvida nas eleições, o que é extremamente importante, pois traz para dentro da escola os pais, envolve de fato os trabalhadores e faz com que todos se comprometam e façam parte da luta pela qualidade da educação”, conclui.

De acordo com o Educacenso 2010, são 362 escolas estaduais em Mato Grosso do Sul. Participam do processo eleitoral todas as unidades escolares da Rede Estadual de Ensino, exceto: as unidades escolares que estejam em mediação; que tenham diretores e ou diretores adjuntos designados pro tempore nos últimos seis meses e as unidades que possuem Projeto de Educação Integral ou Ensino Médio Inovador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions