A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/06/2009 22:59

Esgoto

Redação

A Mata do Jacinto é uma das regiões da cidade onde há o maior número de residências ligadas à rede de esgoto. Grande parte dos moradores sentiu-se forçada a usar o serviço. "Fiz porque era obrigada. Não deram outra opção", disse a cabeleireira Melissa de Aguiar Terrone Reis.

Contudo, ela não acha que foi um investimento ruim. "Era uma necessidade, isso é ótimo. Acho que Campo Grande merece ter esgoto por toda a cidade, porque é uma capital muito bonita. Além disso, terminam os problemas com as fossas, que sempre nos pegam de surpresa quando chega a hora de esgotar, o que é muito chato", relata.

Para Melissa, o ponto inconveniente é o valor da conta que passou a ser 70% mais alta do que ela era acostumada a pagar. "Pulou de R$ 90 por mês para mais de R$ 170", reclama.

O aposentado Otávio José da Silva destaca os benefícios para a saúde que a rede de esgoto traz. "Diminui as doenças e até os mosquitos", conta, lembrando que ainda paga R$ 8,79 por mês de parcela por ter se conectado.

Ele também frisa que o fim da fossa em sua casa deu-lhe mais "tranquilidade". "Tinha gente que furava três, quatro fossas para dar conta do serviço. Campo Grande já estava virando um queijo suíço", comenta.

Silva também reclama da conta, que saltou para mais que o dobro do que costumava a pagar. "Passou de R$ 20 para R$ 42 por mês. E a minha é uma das contas mais baratas do bairro. Os vizinhos aqui pagam muito mais".

Do lado mais rico da cidade, no bairro Chácara Cachoeirinha, ninguém reclama do custo do serviço, mas muitos também não fizeram a conexão.

Em uma loja de um condomínio do comercial a gerente, que não quis se identificar, não sabia se o estabelecimento estava conectado. "Recebi a conta agora mesmo. Vou verificar se pagamos ou não", disse, supondo que sim.

Ao retornar, ele revelou que não era. "Mas isso deve ser obrigação do dono do condomínio", supõe.

Morador no bairro há mais de três anos, Bruno Barbosa, disse que não ligou seu esgoto a rede. Questionado sobre o motivo, ele respondeu que não sabia como fazer e se já podia conectar. "Eu vi alguns vizinhos mexendo na calçada, mas eu nem sei sou eu que tenho de fazer isso ou se é e Águas Guariroba", justifica.

O comerciante Paulo Coelho, que tem fez a ligação, tanto em sua loja quanto em sua casa, acha que é "fundamental" o esgoto em uma cidade. "

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions