A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/10/2011 16:53

Estudante de Direito assume o papel da polícia e localiza celular furtado

Anny Malagolini

Universitária estava em evento no Estádio Morenão, em Campo Grande, quando deu falta de sua bolsa. Iniciava aí uma verdadeira odisséia para recuperar o celular

Frustrada após uma longa jornada em busca de atendimento policial, a estudante de Direito Talita Andrade, 24 anos, conseguiu com ajuda de amigos localizar o celular que havia sido furtado em uma festa. “Eu avisei que meu celular tinha GPS e que era só colocar o find my iphone que achava na hora e ninguém se interessou”, conta.

A universitária estava com amigas em um evento de música eletrônica que era realizado no Estádio Morenão, em Campo Grande, no último sábado (1°). Por volta das 7h, Talita deu falta de sua bolsa, que continha R$ 200, um celular (Iphone), e maquiagens, entre outros pertences.

Ela conversou com seguranças do evento, que disseram ter chamado a Policia. A jovem esperou por uma hora, mas nenhum policial apareceu. Ela então decidiu ir a uma delegacia para registrar ocorrência de furto.

A estudante foi ao Cepol (Centro de Polícia Especializada), mas estava fechado; depois à Depac-Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário, mas, segundo ela, os policiais de plantão logo avisaram que este tipo de ocorrência não é especialidade deles e a encaminharam para a Depac do bairro Piratininga.

Talita ficou aguardando atendimento até às 11 horas e depois de tanta espera avisou aos policiais que o celular dela tinha GPS, e por seria fácil localizar a pessoa que furtou, mas de acordo com a estudante, ninguém se interessou e até mesmo recomendaram que ela fosse embora para casa, pois domingo eles não investigavam este tipo de delito.

“Falaram que domingo não investigavam essas coisas, só homicídios.” Talita acatou as recomendações dos policias e foi para sua residência. Começava então uma verdadeira odisséia em busca do ladrão que havia furtado sua bolsa.

Pelo GPS Talita localizou seu aparelho celular no bairro Nova Lima e ligou para o 190. Os atendentes avisaram que uma viatura iria se deslocar até sua residência, mas passaram-se horas e nada aconteceu. Ao ligar na Defurv (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) a resposta foi “Estamos em horário de almoço”.

Ao chegar em casa, alguns policiais amigos da família decidiram ajudá-la e a orientou para que ligasse para seu celular para marcar um encontro com o quem furtou o aparelho.

Segundo a estudante, quem atendeu a ligação foi um jovem de 19 anos, que disse que só devolveria o celular se recebesse alguma quantia em dinheiro. Ela aceitou, e marcou um encontro com o rapaz na avenida Ceará.

Na terça-feira (4), Talita foi escoltada por policiais a paisana até o local combinado e ao chegar no endereço o rapaz se deparou com a polícia.

Segundo o rapaz, ele não furtou o aparelho. Disse que estava na festa fazendo a segurança do local e em uma ronda acabou encontrado o celular de Talita. Ele também conta que a estudante Talita ofereceu R$ 200 como recompensa, mas diz não ter pedido nada à estudante e que de qualquer forma iria entregar, pois o aparelho não era seu. Talita e Willington foram encaminhados à delegacia e ainda vão prestar depoimento.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


O segurança da festa... De qual empresa ele era? Parabéns Talita pelo feito e à jornalista pela matéria!
 
Camilla Vilanova em 07/10/2011 10:28:36
Sou Policial tbém e quando precisei ser atendido em uma delegacia fui "super mal atendido" por um policial que mais parecia o seu barriga de tão gordo. Infelismente isso é culpa do delegados que colocam tiras antigos para atender a população, eles tratam pessoas de bem como tratam os meliantes.
 
Octavio Augusto em 06/10/2011 11:18:32
Putz! E quem não tem amigo policial? Preciso de um urgente, afinal com tanta violência na cidade.
 
Luciana Nascimento em 06/10/2011 08:05:25
Um iPhone, não é pequena coisa, essa coisa que eles não investigam ou melhor, que eles dizem não investigar é um computador e não somente um telefone celular...e acredito que eles nem sabem o que é este aparelho, por que um polical ganhando o que ganha nunca poderá possuir um.....
resumindo.....pimenta no olho cego dos outros é refresco.......
PARABÉNS!!! TALITA ANDRADE....MENINA DE FIBRA.....
 
GILMAR CANDIDO em 06/10/2011 07:40:35
PERGUNTAR NÃO OFENDE:
QUAL É MESMO A ESPECIALIDADE DE NOSSA POLÍCIA????????????????????
 
jorge tadeu em 06/10/2011 07:04:00
um caso parecido aconteceu comigo alguns anos passados.meu filho teve sua bicicleta roubada em um hospital e ao chamar a policia a mesma disse que estava dando seguran;a ao senhor senador que estava fazendo uma visitinha a fronteira.detalhe,eu era na epoca policial militar e náo pude atender a ocorrencia.(casa de ferreiro espeto de pau).
 
jose roberto dos santos em 06/10/2011 07:01:21
O SEGURANÇA DO EVENTO ERA O LADRÃO... que maravilha!
 
Marcos Leopoldo em 06/10/2011 06:53:40
Agora cabe à população desvendar crimes?? A polícia civil existe mesmo para quê??????????????
 
Wellington Sampaio em 06/10/2011 06:46:29
a policia não tem culpa de renegar este tipo de ocorrencia , pois falta tudo salário,gasolina e motivação psicologica.
 
antonio vicente de paula em 06/10/2011 06:23:09
policia é policia, nao é para isso talita, POLICIA E PARA PRENDER AQUELA BANDIDINHA QUE ROUBA CELULAR E DEPOIS O JUIZ SOLTA.

MAS FOI UM BELO TRABALHO SEU TALITA

MAS NAO ACREDITE EM POLICIA NAO
 
CLAUDIO LUIZ em 06/10/2011 06:16:12
PARABENS Talita Andrade ISSO MESMO. SÓ NAO ENTENDI POR QUE OS POLICIAIS DA Depac-Centro DISSERAM QUE este tipo de ocorrência não é especialidade deles??
 
jose higuain em 06/10/2011 05:30:08
infelizmente é esse o atendimento recebido quando se trata de 'pequenas' coisas...a um certo descaso !!
 
Gabriel Ribeiro de Carvalho em 06/10/2011 05:20:30
Isso é Brasil...
 
Luciano Bandeira em 06/10/2011 05:16:49
Essa é a nossa polícia!!!!
 
Iasson Prestes em 06/10/2011 05:09:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions