A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/10/2008 14:36

Estudo comprova efeitos nocivos do horário de verão

Redação

Pesquisa feita com 9.251 pessoas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste mostra que 46% da população sente algum tipo de desconforto com o começo do horário de verão. A mudança neste ano começa no próximo domingo, com adiantamento dos relógios em uma hora.

O estudo foi realizado por laboratórios de cinco países sul-americanos, incluindo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), conforme reportagem do Jornal da Tarde. As entrevistas com os brasileiros mostraram que entre os distúrbios mais freqüentes estão a dificuldade para dormir e a sonolência pela manhã, que causam falta de atenção e lapsos de memória.

A pesquisa segue com a analise de que o corpo humano se prepara para acordar poucas horas antes do nascer do sol: a temperatura começa a aumentar, e o hormônio cortisol atinge seu pico no organismo. Como no horário de verão, a população acorda mais cedo, essas reações ficam fora de sintonia.

O psicobiólogo e geneticista do sono da Unifesp, Mario Pedrazzoli, dá a dica: o ideal seria que as pessoas mudassem alguns hábitos, como adiantar também os horários de refeições em uma hora. "Caso isso não ocorra, o ideal é manter horários próximos e não almoçar um dia às 12 horas e no outro às 14 horas. Isso desregula o organismo

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions