A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

19/01/2017 19:07

Ex-prefeito procurado por homicídio é preso e solto pela polícia paraguaia

Ricardo Campos Jr.

Condenado e foragido pela morte do radialista Samuel Roman e pela tentativa de homicídio contra José Segundo Rocha, o ex-prefeito de Coronel Sapucaia Eurico Mariano chegou a ser detido na cidade paraguaia de Capitan Bado, nesta quinta-feira (19), segundo informações repassadas à PF (Polícia FEderal). Contudo, segundo o órgão, foi solto em seguida.

A superintendência foi informada de que os agentes do país vizinho o liberaram porque a situação dele no local era regular.

O MPE (Ministério Público Estadual) de Amambai, que cuida do caso, também foi informado a respeito do fato, mas nem a promotoria nem a PF souberam explicar por que Mariano foi levado à delegacia paraguaia.

Casos – Mariano foi acusado de ser o mandante da morte do radialista em abril de 2004. Ele foi surpreendido por um homem de moto ao chegar em casa no Centro de Coronel Sapucaia. Romam foi atingido por vários disparos de pistola nove milímetros.

No decorrer do processo, o réu chegou a ser preso em razão de um mandato de prisão preventiva referente ao caso em 2005, mas foi solto em razão de um habeas corpus do STJ.

O acusado também foi processado por atirar contra José Segundo da Rocha após uma discussão em 2002 perto de um posto de gasolina. A vítima era funcionaria do ex-prefeito e estava reivindicando flexibilização da jornada de trabalho.

Sete anos depois, ação civil pede ressarcimento de ex-prefeito em Coronel Sapucaia
Ação civil pública pede ressarcimento no valor de R$ 362,9 mil reais por desfalque durante a gestão do ex-prefeito de Coronel Sapucaia Eurico Mariano...
Genro de ex-prefeito é condenado por morte de radialista
Alfredo Rui Dias Arevalos, genro do ex-prefeito de Coronel Sapucaia, Eurico Mariano, foi condenado a 16 anos de prisão por intermediar a contratação ...
Adiado pela 3ª vez júri de acusado de matar radialista
A Justiça adiou pela terceira vez o júri popular de Cléiton Segóvia, um dos envolvidos no assassinato do radialista Samuel Roman, ocorrido em abril d...
Ex-prefeito de Coronel Sapucaia tem habeas corpus negado
Condenado a 17 anos e nove meses de prisão, acusado de ser o mandante do assassinato do radialista Samuel Roman, o ex-prefeito de Coronel Sapucaia, E...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions