A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

11/06/2009 10:28

Ex-vereador devia a borracheiro morto em Costa Rica

Redação

A Polícia Civil de Costa Rica investiga se o assassinato do borracheiro Alzemiro Cordeiro dos Santos, de 44 anos, teve como motivo a cobrança de uma dívida de R$ 400,00. Apuração preliminar indica que o ex-vereador José Divino Francisco da Silva, de 46 anos, conhecido como Fio do Povo, matou "Miro Borracheiro" depois de ser cobrado várias vezes pelo débito.

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) de Cassilândia revelou que a vítima foi atingida por três tiros, de revólver calibre 38. Uma bala acertou a boca, outra as costas e outra o braço direito que atingiu órgãos vitais.

Segundo o site Hora da Notícia, no dia do crime Divino parou o caminhão da prefeitura, onde trabalha, na avenida principal da cidade por volta do meio-dia. Miro estava em uma moto e estacionou ao lado para conversar com o ex-vereador. Quando desceu da porta lateral do caminhão, foi atingido pelos tiros, disparados por Divino.

Divino é agente Fiscal de Postura da Prefeitura e 2º suplente de vereador pelo PMDB, teve 217 votos na última eleição, já exerceu o cargo de vereador por um mandato e voltou a assumir por cerca de 60 dias na legislatura passada. Ele está foragido.

O corpo de Miro Borracheiro será enterrado em Água Clara, amanhã.

Prazo para renovação de contratos do Fies é prorrogado para 30 de novembro
Os estudantes poderão renovar os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até 30 de novembro. Originalmente, o prazo terminava hoje (20)...
Tratamento para câncer de próstata ganha genérico inédito
A Anvisa publicou hoje (20) o registro do medicamento genérico acetato de abiraterona, que é utilizado no tratamento de pacientes com câncer de próst...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions