A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

11/11/2009 10:07

Famasul aguarda laudo para comentar morte de índio

Redação

O presidente da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), Ademar da Silva Júnior, afirmou que, somente quando a Polícia divulgar o laudo para confirmar se o corpo encontrado em Paranhos é do professor indígena Genivaldo Vera, poderá comentar o caso.

Ele destaca que a Famasul tem buscado soluções pacíficas para a questão indígena, portanto, não fará declarações que possam acirrar os ânimos.

A Polícia Civil de Paranhos identificou ontem o corpo encontrado no sábado (07/11) como do indígena Genivaldo Vera.

Ele e Rolindo Vera desapareceram confronto entre indígenas da aldeia Pirajuí e funcionários da fazenda São Luiz, em Paranhos dia 31 de outubro.

O pai de Genivaldo, Bernado Vera, e outros seis indígenas, viram as fotos tiradas pela Polícia e confirmaram que era Geivaldo.

Segundo a Polícia Civil, o laudo além de confirmar a identidade do indígena, poderá apontar como ele foi morto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions