A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/03/2009 10:34

Família cobra indenização a motorista que matou dois

Redação

A família do motociclista Anderson André de Souza, de 26 anos, morto em janeiro deste ano após ser atropelado por uma caminhonete Hilux de Rio Verde de Mato Grosso, ajuizou hoje uma ação indenizatória contra o condutor Evaldo Fernandes Maciel.

O acidente ocorreu na madrugada do dia 9 de janeiro, depois que Evaldo se envolveu em outro acidente. Ele é acusado de fazer uma manobra proibida no cruzamento da Avenida Eduardo Elias Zahran, para entrar na Rua Rui Barbosa, atropelando Anderson e Carlos Alberto de Souza da Silva, de 21, que estava na garupa da motocicleta Suzuki 125.

Evaldo fugiu sem prestar socorro às vítimas que foram socorridas com ferimentos graves e levadas para a Santa Casa, onde Anderson faleceu às 5h15 por conta de um traumatismo craniano. Carlos morreu cinco dias depois, também no hospital.

Jacira dos Reis Militão, mãe de Anderson, procurou a Defensoria Pública para ajuizar ação de indenização. Conforme o defensor público Ilton Barreto da Motta, na ação a mãe busca reparação por danos morais como forma de minimizar a dor sofrida com a perda do filho, além de danos materiais em forma de pensão.

Anderson ajudava nas despesas da casa e com a morte dele, a família enfrenta dificuldades financeiras. O valor pedido de indenização é de 100 salários mínimos (R$ 47.500,00)

De acordo com o defensor, os danos morais possuem caráter compensatório e punitivo, porque serve como desestímulo para que o causador do dano não reitere conduta que possa arruinar as vidas das pessoas.

Evaldo Maciel é dono de uma balneário em Rio Verde e se apresentou à Polícia três dias depois do duplo acidente. Acompanhado do advogado Geraldo Rezende Vicentin, ele alegou que estava a caminho de Ponta Porã e passava pela Capital, quando foi vitima de uma tentativa de assalto por dois homens armados em uma motocicleta.

Assustado, ele contou que fugiu e acabou se envolvendo no primeiro acidente ao cruzar a Avenida Calógeras, quase esquina com a Fernando Correa da Costa, envolvendo a Saveiro preta conduzida por Ariel Antonio Culere, de 26 anos.

Evaldo foi indiciado por duplo homicídio culposo e lesão corporal.

Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions