A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/12/2010 18:00

Família coloca anúncio no jornal para tentar pagar dívida de R$ 13 mil

Ricardo Campos Jr.

Situação da família é "crítica" segundo texto dos classificados

Família corre o risco de perder casa. (Foto: João Garrigó)Família corre o risco de perder casa. (Foto: João Garrigó)

Para tentar receber ajuda por conta de dívidas, uma família de Campo Grande recorreu aos classificados do principal jornal de Mato Grosso do Sul. Com o título “Mãe tenta suicídio”, o texto chama atenção.

Logo na primeira linha, o motivo da atitude aparentemente desesperadora. “Pela situação financeira. Já pediu ajuda para os programas não obteve nada. Marido recicla. A família está numa situação crítica há 6 anos. Pode perder a casa”, diz o anúncio.

A mãe em questão é Iraci Rodrigues Lelis, 40 anos, que mora junto com o marido Jofre Lelis Duraes Júnior e dois filhos, um de 16 e outro de 14 anos, em uma casa no bairro Jardim Cangurú, na periferia da Capital. A casa é construída de alvenaria e fica em uma região bem simples da cidade.

Iraci conta que os problemas da família começaram há alguns anos quando ela emprestou uma quantia em dinheiro que tinha guardada no banco para que a irmã mais velha fizesse faculdade.

Ela garante que não se lembra exatamente quanto foi e diz que o empréstimo nunca foi pago. Para quitar contas, foi necessário usar mais dinheiro bancário e hoje o casal deve R$ 13.816.

Sem solução teve que vender a casa em que morava, localizada no mesmo bairro, para tentar, sem sucesso, quitar a dívida.

“Nós só não ficamos no olho da rua porque nós compramos essa casa, que está há 6 anos com as prestações atrasadas. Estamos correndo o risco de perder”, conta Iraci.

Ela, o marido e os filhos passaram a trabalhar com reciclagem. “É pouco, rende em torno de R$ 46 dependendo da quantidade. Quem vive com isso?”. As crianças tiveram que parar os estudos por algum tempo para ajudar a família.

Renda da família provem da reciclagemRenda da família provem da reciclagem

Jofre, o marido, tentou trabalhar para uma prestadora de serviços a Enersul, mas, segundo ele, acabou internado em um sanatório por 2 meses após um surto psicótico.

Hoje é ela quem está tomando remédios controlados e por conta da depressão, o último emprego que conseguiu foi o de auxiliar de serviços gerais em uma prestadora de serviços, afirma.

Iraci não se recorda das datas em que perdeu o trabalho, que o marido foi internado ou que os problemas depressivos começaram e culpa os “fortes remédios” por isso.

Iraci também encaminhou cartas a vários programas, mas não os sociais do governo. Escreveu para apresentadores de programas de auditório, esperando que lhe dessem uma casa nova ou pelo menos cursos profissionalizantes.

O filho chegou a se inscrever no Instituto Mirim, mas em função dos estudos parados não conseguiu ingressar.

Ela garante que já matriculou os filhos para o ano letivo de 2011 e que irá fazer um esforço para colocar o mais novo em uma escolinha de futebol e espera que o garoto tenha futuro no esporte.

Já o mais velho tem pela frente o alistamento militar, como não consegue emprego por ser adolescente, Iraci espera que ele se interesse pela carreira.

No entanto, questionada se aceitaria trabalhar de diarista caso procurasse uma das agências públicos de emprego disse: “Se não for muito pesado. Eu tomo remédios muito fortes”.

O marido está tentando conseguir aposentadoria por invalidez, levando em conta os problemas psiquiátricos e uma bursite que teve no braço. A próxima perícia está marcada para janeiro.

Quem quiser ajudar a família de Iraci pode entrar em contato pelos telefones 9631-3467.



É a promessa de equiparação na distribuiçao de rendas do Presidente Lula é só para alguns e não para todos.
Esse aumento de salário para os parlamentares e demais autoridades do Poder Público demonstra claramente que ha neste país cada vez distancia do "nobres" que são a corja do poder e "plebeu" que são a sofrida população que financia essas bandalheiras e tem que engolir essa gente se beneficiando ainda mais e pessoas sofrendo passando necessidade como é o caso dessa familia.
"O poder emana do povo" diz a CF, porem nós povo não absorvemos ainda o poder que temos e nunca usamos. O dia que se tomar a justiça pelo poder do povo que Deus no proteja.
Na ditadura militar o Gen. Golberi do Couto e Silva que era o homem forte do governo na época ja dizia: " Se a manifestação partir de grupos isolados e os esmagos com um simples telefonema, porem Deus nos livre da iniciativa da massa popular" ele temia o povo que até hoje esta dormindo sem saber o poder que tem e deixando essa gente abusar da paciencia da população.
 
Carlos Lima em 22/12/2010 03:05:16
Cadê os programas sociais do governo Lula e André, esta familia é merecedora destes programas, porque ainda não estão sendo atendidos???? Cadê o pessoal dos direitos humanos???? Porque ainda eles não foram lá para ver a situação desta familia e atendê-los???
 
METILDE PAZINI em 20/12/2010 04:59:18
Que mundo estamos vivendo enquanto batalhamos para conseguir um pouco a mais no salario os politicos se enrequecem as custas de nós que somos tolos.
Espero que tudo isso acabe nãoa guento mais ouvir en politica.
Tenho inscrição na ema ja fas uns 7 anos e até agora não fui nem chamado,conheço pessoas que fazem ficha hoje e no outro dia ja está na casa ,ou pessoas que tem até mais de 1 uma casa,,,,,,,,isso e uma vergonha................................
Até quando vamos tolerar esse tipo de coisa,pois somos culpados por isso ,essa desigualdade social,estamos sendo omisso a tudo isso,então omissão tbm e crime pense nisso.........................
 
Samuel Flores em 18/12/2010 08:59:58
faz 26 anos que faço inscriçao casa propria, desde qdo era cdhu na 13 de maio c/belizario lima, tive problemas saude tb c/filhos se nao fosse o meu pai estaria ate morta pq a casa nunca veio, kd? minha amiga peça a Deus pq. politicos e empresarios vc nao tem e nem tera retorno fica meu feliz natal e bom ano novo p/ti e sua familia
 
ester reis em 18/12/2010 08:56:06
A situação dessa familia demonstra o nosso Brasil, aonde muitos tem e poucos nada, e ainda temos que ler que Deputados não conseguem viver com 11 mil reias, isso é uma vergonha esta familia sobrevive com 46,00 inacreditavel e senhores governadores do Brasil tem salarios autissimo e querem aumento, o povo brasileiro tem que se revoltar contra esta situação, contra um salario minimo de 510,00 ou pior sem salario.
 
Rafaela Muniz em 18/12/2010 08:52:05
Será que o nosso deputado estadual Marquinhos Trad já leu esta notícia. Caro Marquinhos, se para o senhor é impossível viver com R$11.000,00 (onze mil reais) imagine para essa familia com R$46,00 , ter que sustentar dois filhos, comprar remédios, e ainda vivendo em condições precárias.
Passou da hora dos políticos do Brasil começar a fazer pelo povo e não pensar somente em si. E as casas da Emha, Agehab, já foram ver as pessoas que moram lá, creio que as casas deveriam ser destinadas somente as pessoas que realmente não tem condições de pagar acima de 150,00 reais. Agora vc passa por lá e ve Hilux, S-10, Vectra, nas garagens.
Como que uma pessoas que tem um carro desses não consegue pagar mais que 200,00 reais de aluguel. São coisas que deveriam ser verificadas. E os que não tem condições de pagar, essas casas deveriam ser doadas. é tão bom poder cobrar impostos da gente né, essa semana mesmo recebi trinta mil reais de mercadorias para a empresa em que trabalho, sabe qto pagamos de ICMS, quase 4 mil, e ainda ficamos sabendo que o Excelentíssimo Governador colocou um encarregado dentro do sefaz para não deixar passar ngm sem pagar imposto. POde? Chega de roubalheira, indiferença com o povo. Honre os votos que ganharam, pelo amor de Deus.
 
ANYELLI RODRIGUES em 18/12/2010 08:31:08
É lamentavel a noticia dessa família, existe muitas outras na mesma situação mas estão caladas.
Acho que os programas do governo federal, estadual e municipal deveria dar atenção para essas familias..............
É muito triste passar um natal na miséria, vamos dividir o pão e ajudar as famílias que necessitam.
Obrigado.
 
marcelo em 18/12/2010 08:24:13
Se ela fica doida com divida de R$ 13.816,00, e entao tenho direito tbm com divida de 100x mais.
Problemas todo mundo tem...Cada um em seu nivel.
Ficar lamentando e chorando nao resolve em nada.
 
Digo em 18/12/2010 08:18:58
Se todos os endividados tentarem suicidio, haja cemiterio hem.
 
Joacir Ribeiro em 18/12/2010 07:51:41
mas olhem...a presidente nao disse que pagamos a divida externa?e que ATÉ EMPRESTAMOS DINHEIRO PARA O FMI?que a situação(mais de 80%) da classe pobre tinha melhorado?que faria um social para os de baixa renda? e a maioria acreditou , certo?agora pagamos o preço da burrice da maioria do povo brasileiro, que vivem favelados mas se vendem por uma cesta basica, que se vende por 50 reais..esquecendo que a cesta basica e os 50 reais não durarão por quatro anos, mas politico demagogo que aumenta salario em 80% em brasilia e aqui no mato grosso do sul..esses sim vão viver uma vida de rei por 4 ou mais anos, pois quando o osso é bom o cachorro nao solta..agora ja era..a burrada ja foi feita, a oportunidade de um minimo de mudança foi em outubro...pena ..BRAVA GENTE BRASILEIRA..pena mesmo
 
marcelo oliveira em 18/12/2010 07:17:31
Enquanto pessoas simples e honestas se desesperam na busca de solução para honrar seus compromissos, Deputados legislam em causa própria e aumentam os seus já elevados salários, sem falar nos diversos escândalos na esfera política nacional, que acabaram e sempre acabarão em pizza.
 
Sebastião Dussel em 17/12/2010 09:33:40
BOA NOITE A TODOS,VIVEMOS EM DEMOCRACIA ROTULADA E DESUMANA,ONDE FRACO FICA CADA VEZ MAIS FRACO E FORTE SEMPRE OPONENTE,NO FUNDO DE SEUS ANSEIOS.VIVEMOS EM UMA DEMOCRACIA QUE PREGA LIBERDADE E FORÇA DE ESCOLHA,MAS ISSO SO FICA NO PAPEL A REALIDADE É BEM ABSURDA.
IMAGINO TODOS OS DIAS COMO É DIFICIL SER UMA PESSOA SEM ESPERANÇA,SEM PERSPECTIVA,ELAS VIVEM EM UM MUNDO PRESO AO SISTEMA ,SEM PERCEBE O PROFUNDO DA REALIDADE.AI VC OLHA AS ELITES ESTADUAIS E FEDERAIS,SERA QUE ELES AO DEITAREM NAO TEM REMORSO E PESO NA CONSCIENCIA,POR ESTAREM EM PALACETES E COBERTO DE VAIDADES E LUXURIA DESEJOSA A QUALQUER CUSTO.
AGORA VC QUE ESTA LENDO ESSA MENSAGEM´PRINCIPALMENTE POLITICO,COMO FICA SUA CONSCIENCIA.

JULIO PAULO
 
JULIO PAULO em 17/12/2010 08:22:00
ficamos revoltados ao saberem dos altos custos de apoios políticos por parte de empresas , e autos custos do governo em gastos com publicidade , revolta também, é uma familia fazer cadastro para a casa própria e ela nunca vem , e nunca vai vim mesmo , o sistema funciona com padrinhos e não por sorteios , nós que somos pobres só temos uma esperança , é que esses caras paguem um dia para Deus pelas suas atitudes , aqui na terra não tem leis para eles ,, são os poderosos e os excluídos ... vemos uma família precisando de apoio e nada vem , cadê os agentes comunitários que não informam as autoridades também ...... Meus Deus !!!! como tem gente precisando neste brasil de pessoas sérias ..... Que Deus exista mesmo viu e não tenha perdão de quem pisa encima de alguém , ou fecha os olhos diante dos problemas ..... ..
 
Nivaldo Justi em 17/12/2010 07:58:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions