A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/12/2010 10:41

Família realiza evento para custear cirurgia inédita

Ana Maria Assis

Uma menina de três anos precisa de uma cirurgia inédita em Mato Grosso do Sul para sobreviver. Para custear o procedimento, a família da criança realiza um almoço beneficente no domingo (12). A cirurgia consiste na aplicação de prótese vertical expansível de titânio para costela, “VEPTR” na sigla em inglês.

A mãe da criança, Cátia Guimarães Monteiro Teixeira, afirmou que somente a prótese custou R$ 50 mil, sendo que o plano de saúde da família, o Impcg (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) arca com 60% do valor geral do procedimento cirúrgico, ficando o restante para os familiares da paciente.

A cada seis meses a menina terá ainda que ser submetida a nova cirurgia para ajustes no aparelho implantado. O procedimento deve ser repetido até a idade de 14 anos.

A operação foi realizada no dia 4 de novembro no Hospital Adventista do Pênfigo pela equipe formada pelos médicos Augustin Malzac, Márcio Cley F. Reis e Sérgio Cândido.

O procedimento cirúrgico vai garantir que a paciente continue o seu crescimento normal.

Conforme as informações da Prefeitura de Campo Grande, a cirurgia para correção e estabilização da escoliose já é realizada em Mato Grosso do Sul há algum tempo, porém é a primeira vez que os médicos a fazem usando a técnica da Prótese Vertical Expansível de Titânio para Costela para tratamento de escoliose sem fusão.

Contando com a colaboração de amigos e parentes, a família da menina, que teve o nome preservado a pedido da mãe, vai realizar um almoço ao valor de R$ 4,00 no domingo, dia 12 de dezembro, na Escola Municipal Elpídio Reis, localizada Rua Tertuliano Ghersel Cattâneo, Mata do Jacinto.

A atividade contará ainda com um bingo. “Todas as doações são bem-vindas e necessárias”, reafirma Cátia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions