A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

21/09/2010 17:11

Fazendeiros usaram seguranças contra índios em Douradina

Redação

Havia, além de peões, seguranças e donos de terras na área que foi palco de conflito envolvendo indígenas nesta manhã, em Douradina. A Polícia Federal teve de intervir para controlar a situação.

O presidente do Sindicato Rural da cidade, Carlos Pradella, que estava no local, disse que os donos de terras na região decidiram tirar os índios por conta própria, mas a situação fugiu ao controle. Segundo ele, eram cerca de 80

pessoas do lado dos proprietários de áreas reivindicadas como indígenas.

A dona da terra, identificada apenas como Letícia, agora vai entrar na Justiça para pedir a reintegração de posse, segundo informou Carlos Pradella.

Pradella admite que foram contratados seguranças. Segundo ele, não houve uma ação judicial antes porque os donos de terras não queriam "mexer com a justiça", para não demorar muito.

Em nota, a PF informou que houve depredação, por parte dos índios, de dois veículos, um trator e um carro pequeno, os quais após a negociação foram retirados do local e entregues aos seus proprietários.

Os indígenas informaram que foram apreendidos fogos de artifício, usandos para ameaçar as famíliaras a deixar o lugar, mas a nota da polícia não traz essa informação.

Os Guarani Kaiowá, que estão no local desde o dia 4 deste mês, reivindicam a área e pedem estudos antropológicos para que seja demarcada como indígena. São cerca de 70 crianças, 90 mulheres e 100 homens no acampamento, totalizando 86 famílias.

No dia 6, a PF também teve de intervir em uma confusão Na ocasião, ficou acordado que não haveria mais ameaças, mas o acordo não foi cumprido.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions