A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/09/2009 15:57

Federação de Futebol definiu 3 prioridades para Morenão

Redação

A FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) definiu três prioridades para que o Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, receba o jogo da Seleção Brasileira contra a Venezuela, no dia 14 de outubro, pelas eliminatórias da Copa de 2010.

Os pontos prioritários, segundo a FFMS, são o gramado, a iluminação e a manta asfáltica na parte superior do estádio.

De acordo com o presidente da entidade, Francisco Cezário, a iluminação é a questão que mais preocupa quanto às necessidades do local.

Isso porque a exigência da CBF é que os estádios tenham iluminação de, no mínimo, 1.200 lux (unidade de medida de iluminação do sistema internacional), enquanto a do Morenão está em apenas 200 lux.

Além disso, será necessário refazer a manta asfáltica na estrutura superior do estádio, segundo a FFMS. Cezário explica que a parte inferior foi feita para o jogo do Corinthians, mas a de cima não está pronta.

Quanto ao gramado, a intenção é fechar o Morenão após o jogo do time feminino do Santos, que será no dia 16 de setembro.

A partir daí, técnicos deverão fazer a recuperação do gramado com uma espécie de 'maquiagem', explica Cezário, para evitar que haja desníveis e buracos no dia da partida da Seleção.

Outra medida considerada necessária pela Federação para o Estádio é arrumar o piso dos vestiários, e adequar as condições do local de acordo com a legislação. Adaptações que, segundo Cesário, serão todas feitas pela CBF. "A CBF e a Fifa vão trazer todo o know-how deles para esse jogo", garante.

Nesta tarde, o presidente da FFMS se reuniu com a reitoria da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e com uma representante do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul), Milena Rosa Adri, para fazer o planejamento das ações que deverão começar a ser executadas na próxima semana.

Além disso, a reunião foi feita para definir a comissão que será responsável por acompanhar os reparos no estádio. Entretanto, nenhum nome foi divulgado.

O valor do ingresso, e quando começam a ser vendidos, também não foram definidos, apesar da ansiedade do torcedor.

De acordo com a FFMS, isso será definido por uma empresa contratada pela CBF, mas não há data definida para isso

Técnica - Já o resultado da vistoria feita no último sábado (5) pelo diretor técnico de competições da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Virgílio Elísio, deverá ser anunciado de forma oficial entre o fim da tarde de hoje e amanhã, segundo a Federação.

Mas, o presidente da entidade afirma que os pontos abordados pela CBF serão apenas 'recomendações', que não terão o intuito de cancelar a partida, apenas de melhorar o estádio.

Cezário afirma que o laudo anual do Corpo de Bombeiros já autoriza o estádio a funcionar com os 29.650 lugares. Entretanto, o parecer especifico para essa partida ainda não tem data para ser entregue pelos Bombeiros, e deverá ocorrer apenas após as adaptações do estádio.

Amanhã, o supervisor da Seleção principal, Guilherme Nantes, desembarca na Capital para avaliar as condições de logística da cidade, incluindo a rede hoteleira, traslado e outros itens relacionados à estadia da Seleção Brasileira.

Depois disso, outros técnicos devem vistoriar a cidade para avaliar questões de logística mais abrangente.

Recursos - Segundo o 'cronograma' feito pela FFMS, na próxima quarta-feira empresas que farão os reparos no estádio deverão apresentar os orçamentos para a obra.

Os recursos, segundo Cezário, serão de responsabilidade da CBF, que possui os direitos do jogo.

Mesmo assim, o presidente da FFMS afirma que deverá se reunir com o governador André Puccinelli (PMDB) e com o prefeito Nelsinho Trad (PMDB), para verificar a possibilidade de apoio.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions