A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/07/2013 08:27

Frio faz aluno levar cobertor e escolas registram ausência de até 70%

Aliny Mary Dias
Os poucos alunos que foram à escola levaram cobertores para se aquecer (Foto: Marcos Ermínio)Os poucos alunos que foram à escola levaram cobertores para se aquecer (Foto: Marcos Ermínio)

Com a sensação térmica de -4ºC, a mais baixa de 2013, a manhã desta quarta-feira (24) em Campo Grande se tornou um desafio para as crianças e adolescentes que encararam o segundo dia de aula desse semestre. No Estado, os 270 mil alunos da rede estadual enfrentaram frio intenso com sensação térmica de até -5º, como foi o caso de Amambai, na região sul do Estado. Em algumas salas, 70% dos alunso faltaram por causa do frio.

Na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, poucos alunos compareceram às aulas e os que foram levaram até cobertor para aguentar as quatro horas na escola.

O diretor Adão Alves, 48 anos, explica que muitos pais de alunos ligaram para a escola e avisaram que não mandariam os filhos para os estudos por conta da previsão de temperaturas negativas.

“Ontem foi o primeiro dia e muitos faltaram, recebemos várias ligações de pais dizendo que os filhos estão gripados. Outros disseram que não iriam levar as crianças por causa do frio mesmo”, afirma o diretor.

Além dos alunos, professores também faltaram em razão de gripes. Conforme o diretor, cinco professores não compareceram ontem e o mesmo número é esperado para hoje.

Em todas as salas, pelo menos 70% dos alunos faltaram. Na turma do 7º ano, de 40 alunos matriculados, apenas 4 enfrentaram o frio para estudar. Alguns alunos até saíram debaixo da coberta, mas não deixaram ela na cama como todos os dias. Em todas as salas da escola, pelo menos um aluno levou mantas, cobertores ou edredons para se aquecer.

 

Em sala onde 40 estudam, apenas 4 foram para a aula hoje (Foto: Marcos Ermínio)Em sala onde 40 estudam, apenas 4 foram para a aula hoje (Foto: Marcos Ermínio)

O diretor Adão explica ainda que muitos alunos não possuem agasalhos para enfrentar as baixas temperaturas. Em último caso, a direção da escola liga para os pais para que busquem os filhos. “Ontem tinha aluno batendo queixo aqui e tivemos que falar para os pais buscarem”.

Para a professora de Língua Inglesa, Ana Andréia, o frio atrapalha o rendimento dos alunos. “É complicado porque está no início do bimestre e muitos faltam e os que vieram não conseguem se concentrar por causa do frio, até pra gente tá difícil”, explica a professora.

Volta às aulas – Além dos 84 mil alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande, outros 270 mil da Rede Estadual também voltaram para as salas de aula nesta terça-feira (23). Em todo o Estado, são 362 escolas que atendem alunos do ensino fundamental e médio.

ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Alker Barni, mais vale um sábio de boca fechada, do que mil idiotas falando.























 
antonio dos santos em 24/07/2013 20:40:02
Olha eu estudo ai e o lúcia é muito friu ainda mais de manhã --' então quem não conhece é melhor fica quetinho (:
 
Nathália Santana em 24/07/2013 16:41:08
na década de 1980, fazia até mais frio em Campo Grande, que hoje e os alunos e pais eram mais severos em mandar os filhos para escola.fui aluno nesta epóca nos anos 1980.
 
antonio costa em 24/07/2013 16:22:10
Alker Barni, a questão é que a população do Canadá "é preparada" para enfrentar temperaturas baixíssimas, pois o clima de lá é assim, por isso não sentem tanto. Já nós, sul mato grossenses, não possuímos esse clima, por isso a galera está sentindo tanto. Assim como os europeus....la é frio quase o ano todo, e agora eles estão enfrentando um calor de 35 graus, que nós conhecemos, muitos já morreram....analise!!
 
Caroline Azevedo em 24/07/2013 13:17:20
Nos países como Canadá, as salas de aula possuem aquecedor!!!
Eu acho que o melhor é ficar em casa mesmo!!! Pra que correr o risco de ficar doente e faltar dias!!!
 
Renata Souza em 24/07/2013 13:10:35
Perder aula que não vamos! Eu também levei cobertor para escola ontem, vou levar hoje, e se continuar frio desse jeito, vou continuar levando. Na minha sala são um total de 45 alunos, e foram apenas 5.
 
Pâmela Maria em 24/07/2013 12:38:12
Ai depois gente reclama que a educação tá ruim, pô, faz frio e o cérebro do cara congela? Se frio fosse motivo pra faltar aula, no Canadá, por exemplo, ninguém estudava.
 
Alker Barni em 24/07/2013 12:25:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions