A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/01/2010 21:15

Funasa constata 160 crianças com desnutrição em MS

Redação

Das 1949 crianças com idade entre zero e cinco anos, que moram nas aldeias Bororó e Jaguapirú, em Mato Grosso do Sul, 160 estão em faixa nutricional com baixo peso e muito baixo peso.

A constatação foi feita de acordo com dados atualizados pelo Dsei/MS (Distrito Sanitário Especial Indígena). Segundo o órgão, do universo total de crianças, foram diagnosticadas 18 (0,92%) com muito baixo peso e outras 142 (7,28%) na faixa nutricional de baixo peso.

Atualmente existem 11.784 índios Guarani/Kaiowá nas aldeias Bororó e Jaguapirú.

Levantamento - A Coordenação Regional da Funasa/MS (Fundação Nacional de Saúde no Estado) divulgou ontem o levantamento sobre a real situação nutricional das crianças de zero a cinco anos, acompanhadas pelas equipes multidisciplinares de saúde nessas duas aldeias, situadas em Dourados, cidade distante 230 quilômetros de Campo Grande.

A somatória dos percentuais de crianças com baixo peso nas aldeias Bororó e Jaguapirú é de 8,2%, índice abaixo de 10%, aceitável pela OMS (Organização Mundial de Saúde), para população não indígena.

Cada caso envolvendo crianças com muito baixo peso está sendo monitorado com avaliação, pesagem e registro da melhora ou agravamento do diagnóstico pela Funasa, através de visitas domiciliares diárias realizadas pelos profissionais de saúde e AIS (Agentes Indígenas de Saúde).

Conforme o coordenador da Funasa/MS, Flávio Britto, a entidade está conseguindo manter os índices de mortalidade infantil. No ano retrasado foram 36 mortes de crianças menores de cinco anos para cada 1000 nascidas vivas, e o fechamento de 2009 deverá ser menor, segundo ele.

Britto ainda frisa que não faltam veículos para prestar assistência aos indígenas, nem profissionais credenciados e medicamentos. Ele enfatiza ainda que o governo do estado tem cumprido seu papel assistencial entregando cesta básica com 27,5 quilos de alimentos, que contém até proteína animal (charque).

O cronograma de janeiro prevê a distribuição na aldeia Jaguapirú dia 28 a partir das 7h e na Bororó, dia 29.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions