A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

22/09/2010 15:32

Funasa espera laudo sobre morte de menino indígena

Redação

A Funasa (Fundação Nacional de Saúde) aguarda a chegada de laudo com a causa da morte do menino indígena de 3 anos, que morreu ontem em área de conflito chamada Kurussu Amba, em Coronel Sapucaia, cidade localizada a 400 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com nota do Cimi (Conselho Indigenista Missionário), a suspeita é que a criança estivesse desnutrida. Por ser área de conflito, os organismos que dão apoio aos indígenas não podem entrar no local.

Um grupo de membros do Cimi esteve na aldeia e deparou-se com a criança muito doente e sem condições de se alimentar. Os pais Astureo e Angélica cuidavam de mais crianças e questionaram quando os missionários disseram que teriam que levar o menino para atendimento em outra cidade, no caso Amambai.

O pequeno índio morreu às 20 horas desta terça-feira, e o corpo chegou à aldeia às 23 horas. O posto de atendimento da Funasa fica a 10 quilômetros da área de conflito, o que dificulta a procura por atendimento médico.

Outros municípios enfrentam situação semelhante de isolamento de comunidades indígenas e dificuldade no atendimento às famílias. Em Paranhos, cerca de 80 indígenas da etnia Guarani Kaiowá Y'poí estão isolados há mais de 30 dias na Fazenda São Luiz.

E em Douradina, a Polícia Federal interveio no conflito entre peões de uma fazenda e os indígenas do acampamento Ita'y Ka'aguyrusu, local invadido pelos índios desde o dia 4 de setembro.

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions