A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

10/11/2011 11:59

Funasa licita projetos de água e esgoto para 26 municípios

Edmir Conceição*

A Funasa (Fundação Nacional de Saúde) iniciou nesta semana processos licitatórios para a escolha das empresas que vão elaborar projetos de saneamento (abastecimento de água e rede de esgoto) para 26 municípios de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o coordenador da Funasa no Estado, Flávio Brito, os projetos vão beneficiar localidades pequenas, principalmente distritos e áreas pouco urbanizadas, que ainda não dispõem de acesso a sistemas de saneamento. “Essas providências estão inseridas no processo de ampliar o fornecimento de água potável e esgotamento sanitário em Mato Grosso do Sul, visando promover a saúde e reduzir os índices de doenças e mortalidade”, salienta.

Com sistemas de abastecimento de água serão licitados projetos que vão beneficiar os municípios de Aquidauana (no Assentamento Indaiá, glebas I, II, III e IV), Bandeirantes (Congonha), Corguinho (sede), Eldorado (Cerrito e Floresta Branca), Inocência (São Pedro), Cassilândia (sede), Costa Rica (sede) e Selvíria (Guadalupe do Alto Paraná).

A Funasa também está licitando a elaboração de projetos de sistema de esgotamento sanitário para as cidades de Caarapó (sede), Laguna Carapã (sede), Bataguassu (Distrito de Nova Porto XV), Nova Andradina (Distrito de Nova Casa Verde), Taquarussu (sede), Bandeirantes (Distrito de Congonhas), Corguinho (sede), Naviraí (sede), Vicentina (sede), Angélica (sede), Água Clara (sede), Cassilândia (sede), Camapuã (Pontinha do Cocho), Figueirão (Santa Teresa), Inocência (São Pedro), Bela Vista (Distrito de São Pedro), Guia Lopes da Laguna (sede) e Jardim (sede).

PAC II - Essa semana o deputado Geraldo Resende já havia anunciado a inclusão de 18 municípios de Mato Grosso do Sul na pré-seleção para receber investimentos na área de saneamento, dentro do Programa PAC II.

As propostas aprovadas vão beneficiar as cidades de Anastácio, com duas propostas, sendo uma de abastecimento de água e esgoto; Aral Moreira (esgoto), Camapuã (abastecimento de água) e Ivinhema (água).

Os demais municípios que serão contemplados com projetos de esgotamento sanitário são: Aparecida do Tabuado, Eldorado, Fátima do Sul, Itaporã, Jateí Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante e São Gabriel d’Oeste.

(*) Com informações da assessoria

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


Quando se realiza um trabalho sério, honesto e competente os resultados aparecem. Cassilandia se destaca nesse sentido e com certeza a população fica feliz com notícias tão importantes. Parabéns ao município e principalmente àqueles que trabalharam para a obtenção deste recurso.
 
Jarbas Ellero Cassino em 10/11/2011 05:23:20
boa tarde,

o brasileiro não aprende... apostar na desgraça do cidadão, não!

o que tinha de gente jogando contra...

parabéns a cidade de Cassilandia, o lema é crescer...!

bons ventos a todos que contribuíram para o investimento sair.

e viva o Cassilandense!
 
Flavio Salomão Candia em 10/11/2011 05:17:26
Fico muito feliz, pelos 26 municípios conseguirem projetos para agua e esgoto. Mais feliz ainda, foi pelo nosso município de Cassilândia. A cidade é carente de recursos e a FUNASA, irá contribuir muito com esse benefício. Parabéns Cassilândia, mais um passo pra frente. Chega de corrupção e "projetinhos".
 
Giovana Ribeiro em 10/11/2011 04:40:08
Sem saneamento básico, não existe ceidadania de verdade. Ter acesso à ágia potável bem como ao tratamento de dejetos é o básico para uma sociedade que quer ser desenvolvida, dai o nome: SANEAMENTO BÁSICO. Grande percentual dos doentes em postos de saúde tem causa na falta de saneamento, com o qual se poeria economizar fortunas e melhorar o atendimento em postos de saúde e hospitais.
 
Marcelo Mattos Angelo em 10/11/2011 01:59:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions