A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/03/2010 09:30

Garoto é apreendido e detalha roubo que acabou em morte

Redação

Policiais do 4º Distrito Policial esclareceram o roubo seguido de morte ocorrido na noite de segunda-feira, no Bar do Ceará, no bairro Cidade Morena, quando o cliente do estabelecimento e comerciante Geraldo Cardoso, de 63 anos, foi morto e o dono do bar, Raimundo Nunes da Silva, de 65 anos, foi baleado.

Um adolescente de 14 anos, que participou do roubo, foi apreendido e apontou outro garoto, da mesma idade, como responsável pelos disparos. Um terceiro garoto participou do crime e também é procurado.

Os policiais prenderam, ainda, Leandro dos Santos Gonçalves, de 27 anos, que teria fornecido o revólver calibre 38 usado no crime e ajudado a comprar as munições.

O adolescente contou que foi convidado por Leandro e pelo outro garoto para assaltar na noite de segunda-feira e que ao sair do trabalho primeiro foi a um pesque-pague na Vila Capital, onde os outros dois dispararam a arma duas vezes. O garoto disse que depois todos foram para a casa dele, tomou banho recebeu pagamento do padrasto por serviços que prestou e saíram para comprar munições.

No caminho encontraram o terceiro adolescente que participou do assalto e seguiram, de carona, para a Avenida Gury Marques. Eles andaram até encontrar o local em que fariam o assalto. Neste momento Leandro teria ido embora.

O adolescente apreendido disse à polícia que sugeriu assaltar um posto de combustível próximo ao bar, mas o outro estava decidido a assaltar o Bar do ceará.

Os três garotos entraram no estabelecimento, anunciaram o assalto e começaram a agredir os clientes. Um deles colocou a mão no bolso do dono do comércio e retirou o dinheiro. Neste momento, quem segurava a arma era o adolescente que foi apreendido. Ele contou que o comerciante reagiu e tentou tomar o revólver e então o outro garoto conseguiu pegar a arma antes e atirou no braço do dono do bar.

Geraldo tentou ajudar o comerciante e acabou baleado. Quando os adolescentes saiam do local ele segurou o pé do garoto que estava armado e levou outro tiro, desta vez na cabeça. Os garotos fugiram levando R$ 70,00. Um deles dispersou e os outros dois ainda cometeram outro assalto, levando o notebook de um adolescente no bairro Nova Jerusalém.

O computador foi vendido por R$ 200,00. A partir das informações do garoto apreendido, a Polícia espera chegar aos outros dois. O que efetuou os disparos já foi identificado, mas o outro ainda não. Tanto o garoto apreendido quanto o que atirou no comerciante e no cliente já tinham várias passagens pela Polícia. Como há adolescentes envolvidos, o caso será encaminhado para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions