A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/06/2011 13:57

Governo dispensa licitação para obras de 16 pontes de concreto orçadas em R$ 9 milhões

Marta Ferreira
Pontes de madeira danificadas pelas chuvas serão trocadas por estrutura de concreto. (Foto: Divulgação)Pontes de madeira danificadas pelas chuvas serão trocadas por estrutura de concreto. (Foto: Divulgação)

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) publicou ontem 16 avisos de dispensa de licitação para obras de construção de pontes de concreto orçadas em R$ 9,221 milhões. Todas são em trechos afetados pelas chuvas do início do ano, onde pontes de madeira foram danificadas ou destruídas, o que provocou a decretação de situação de emergência.

Nessa situação, a lei das licitações permite que a contratação das obras seja feita sem licitação, para que ocorra de forma mais rápida.

De acordo com o que o governo divulgou, além de retomar o tráfego nesas regiões, impedido ou comprometido pelos estragos das pontes, o investimento prevê a garantia de estrutura mais resistentes e seguras, com estruturas em concreto armado em vez de madeira.

Técnicos das unidades regionais da Agência Estadual de Gestão identificou 37 estrutura danificadas, para as quais seriam necessários R$ 35 milhões em investimentos. Foi liberado pelo governo federal o valor de R$ 30 milhões.

Conforme foi divulgado, são 524 metros de pontes nesta etapa que teve a dispensa de licitação publicada. Confira abaixo os trechos beneficiados:

1-Rodovia MS/316, sobre o Rio Quitéria, em Aparecida do Taboado;

2-Rodovia MS 310, sobre o Rio Bebedouro no município de Paranaíba;

3-Rodovia MS 382, sobre o Córrego Caititu, em Porto Murtinho;

4-Rodovia MS 142, sobre o Córrego Caracol, na divisa dos Municípios de Figueirão e São Gabriel do Oeste;

5-Rodovia MS 142, sobre o Rio Novo, no Município de São Gabriel do Oeste;

6-Rodovia MS 423, sobre o Rio Alegria, município de Rio Verde de Mato Grosso;

7-Rodovia MS 382, sobre o Córrego das Antas, no Município de Porto Murtinho;

8-Rodovia MS 310, sobre o Rio Velhacaria, no município de Paranaíba;

9-Rodovia MS 310, sobre o Córrego Queixadinha, em Paranaíba;

10-Rodovia MS 142, sobre o Rio Coxim, no município de São Gabriel do Oeste;

11-Rodovia MS 244, sobre o Córrego Baixada, no município de Jaraguari;

12-Rodovia MS 473, sobre o Córrego do Baile, em de Nova Andradina;

13-Rodovia MS 380, sobre o Rio São João, no Município de Ponta Porã;

14-Rodovia MS 355, sobre o Córrego Pulador, município de Terenos;

15-Rodovia MS 355, sobre o Córrego Desengano, no Município de Dois Irmãos do Buriti;

16-Rodovia MS 316, sobre o Córrego Saltinho, município de Chapadão do Sul.



E aí a ponte sob. o Rio Aquidauana que liga Piraputanga ao asfalto dos 9 Km. no municipio de Dois Irmãos do Buritis, não vão falar nada? nós também pagamos impostos do mesmo jeito. Há não acredito que vamos ficar fora + uma vez, isso é mesmo assim, há 10 anos houvimos falar que vão ligar o asfalto via Palmeiras Piraputanga Camisão chegando a Aquidauana, no mapa essa rododia já aparece como asfalatada. Tô vendo que a ponte que foi embora com a enchente, também vai ficar nesta mesma história.
Da pelo menos uma respostinha sob. isto...
 
Nestor de Souza em 24/06/2011 11:28:56
ABSURDO, FALTA DE RESPEITO COM MEU DINHEIRO, A LEI TEM QUE SER MODIFICADA, NUNCA UMA OBRA PUBLICA PODERIA SER EXECUTADA SEM LICITAÇÃO PUBLICA.
 
wilson barbosa junior em 23/06/2011 07:41:48
Esperamos que termine, em definitivo a industria das pontes, e que outras localidades também sejam beneficiadas.
Parabéns
 
Sergio Benoni Sandri em 23/06/2011 06:27:36
Queria saber, sobre as pontes do km 152,117, Santa Rita do Pardo sentido Faz. Douradinha e mais outras pequenas pontes, nesta região e aproveitando também perguntar para os orgãos competentes como fica as estradas desta região ( não passa sequer uma laminada de moto niveladora a mais de 4 anos) e estamos pagando FUNDERSUL, BALÇA, etc.
"Acho que perdi tempo " não adianta reclamar né ....."
 
renato moura em 23/06/2011 04:59:17
Dispensa de Licitação, é tudo o nossos governantes querem.... Os estragos aconteceram no início do ano só agora eles tomam uma atitude, isso quer dizer que daqui uns seis meses temos pontes novas e políticos mais felizes....
 
claudio Benites em 23/06/2011 03:26:40
A situação é emergencia mesmo e o caminho a esse.. Porem o MP, TCE, PF enfim as autoridades em geral devem ficar de olho.. Se houver irregularidade corrupção, desvio de verbas ou qualquer abuso entre outros a cadeia ta ai mesmo.. Esse pessoal tem que ter bom senso e dar responsabilidade e confiança com desconfiança.. O que não pode é o cidadão, a produção e o produtor levar a pior e sofrer como sofrem por causa dessas estradas péssimas..
 
Carlos Lima em 23/06/2011 03:04:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions