A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/11/2011 13:07

Governo e Enersul anunciam retirada de poste do meio de rodovia

Edmir Conceição
Poste não foi removido porque a pavimentação ainda está sendo concluída, segundo o governo. Enersul diz que prazo não venceu. (Foto: Alcinópolis.com)Poste não foi removido porque a pavimentação ainda está sendo concluída, segundo o governo. Enersul diz que prazo não venceu. (Foto: Alcinópolis.com)

A SEOP (Secretaria de Transportes e Obras Públicas) informou que amanhã será feita a remoção do poste de rede de energia que está no meio da pista da rodovia MS-436, a 15 quilômetros da sede do recém criado município de Figueirão. Segundo o governo, a rodovia ainda está em obras e não foi liberada ao tráfego. Alguns carros vistos nas fotos seriam de moradores das imediações.

De acordo com a Enersul, o prazo para retirar o poste venceria, em tese, no dia 15 de janeiro. Após o pedido da retirada do posto, que deve ser feito pelo responsável pela execução, a Enersul tem 30 dias para apresentar o orçamento e mais 45 dias após a aprovação para iniciar a obra, e mais 30 dias para concluir o trabalho.

Segundo a assessoria de imprensa da Enersul, a concessionária recebeu no início de agosto solicitação de remoção de oito postes na mesma rodovia e as adequações foram concluídas no dia 13 de setembro. “Apesar do prazo regulatório para o setor elétrico em todo o país, no dia 13 de setembro o trabalho estava todo concluído”.

Quanto ao poste que ficou no meio da rodovia, embora o prazo para retirada ainda não tenha vencido, a Enersul decidiu antecipar a remoção. O pedido foi feito em 20 de outubro. “A empreiteira avançou a obra e atropelou os prazos”, justificou a assessoria da Enersul, lembrando que a cada solicitação, a concessionária precisa, também, avisar os usuários do sistema elétrico, com 15 dias de antecedência, sobre o desligamento da rede.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Francisco... como mencionei a imagem diz por si só(Engenheiro trafego ou civil ou Enersul, é ridiculo do mesmo jeito)..quer defender ? faz assim vai la e tira o poste...abraços
 
mauricio mendes em 09/11/2011 11:17:47
Garanto que qualquer cliênte da Enersul que não tiverem feito o pagamento da energia eletrica o corte tem o prazo bem menor.Falta de respeito com a população já tao sofrida desta região,garanto que são poucas pessoas desta empresa que conhece está região,já foram mesmo que de passagem. Nada para está região vem sem dificuldades,Absurdo,toda regra tem excessão,o prazo é um piada,tirar um poste!!!!!
 
Dalto Donizete Pereira em 08/11/2011 09:41:15
A culpa é da enersul ou do engenheiro? faz quanto tempo que o poste esta aih e quanto tempo que foi feito a estrada? sera que a estrada nao podia passar ao lado do poste?
é um absurdo.
 
everaldo goncalves em 08/11/2011 06:31:04
MAURÍCIO MENDES: o engenheiro de "tráfego" (na verdade quem faz projetos de estradas é o Engenheiro Civil, o Engenheiro de Tráfego trabalha com o ordenamento do trânsito urbano) fez o trabalho dele: construiu a estrada. Quem não fez foi a Enersul. Pede pra ela remanejar um poste na frente da sua casa pra ver. Provavelmente a empreiteira a acionou na fase de projeto. Vamos pensar antes de falar...
 
Francisco Luiz Santana em 08/11/2011 05:00:55
Gente é cada absurdo que não tem cabimento, tem que ser feito um alvoroço para que coisas óbvias sejam feitas. E a culpa e da burocracia viu pessoal!
 
Eliézer Bueno em 08/11/2011 04:41:34
como sempre, precisou da impressa para que alguem fizesse algo..
o que seria de nós sem a midia... parabens ao campograndenews e a toda equipe!!!
 
Julio Tiller em 08/11/2011 04:09:21
Para se ver este tipo de coisa não é preciso ir tão longe; basta ir até a avenida Panonia em Campo Grande no jardim montevidéo, onde o asfalto está parado a mais de tres meses esperando a eficiencia da enersul para tirar os postes do meio da avenida.
 
luiz carlos de mendonça colombo em 08/11/2011 03:47:48
kakakakakaka Não acredito no que estou vendo, ja imaginaram se o pessoal mundo a fora verem isso....
 
FABRICIO LIMA em 08/11/2011 03:44:36
Isso é realmente surreal!!!!!!!!!!!!!
 
carlos de camillo em 08/11/2011 03:34:31
Agesul, Empreiteira e Enersul fizeram apenas um pequeno trocadilho no Programa de Investimento do Governo do Estado de: MS FORTE para MS POSTE. Será que o governador foi consultado ou informado?
 
Aliércio Ramos em 08/11/2011 03:11:56
estrada novinha, ja vao aumentar riscos de acidentes com remendos!
 
Leison Freitas em 08/11/2011 03:08:08
SO MESMO EM MATO GROSO DO SUL QUE ACONTECE ESTE TIPO DE COISA, É A TAL COISA DA BURROCRACIA.
 
JELTON COSTA ALVARENGA em 08/11/2011 02:04:23
Simplesmente ridiculo, a imagem fala por si só.... e ainda falam que tem que ser engenheiro de trafego pra fazer isso....aff nem quero mais comentar ..é muito ridiculo...
....Se liga secretario de obras....
 
mauricio mendes em 08/11/2011 01:30:15
Como sempre será preciso morrer alguém para fazer o serviço. No Brasil é assim: uma vida por um serviço que deveria ter sido planejado antes mesmo do início das obras.
Pergunta: Quem será a vítima a colidir com o poste?
 
Gilberto Ozuna em 08/11/2011 01:24:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions