A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/07/2011 18:28

Governo e Sanesul realizam cadastramento para incluir municípios no PAC 2

Viviane Oliveira

Objetivo é que os recursos cheguem às cidades com menos de 50 mil habitantes

José Carlos Barbosa orienta equipe sobre os projetos do PAC 2. José Carlos Barbosa orienta equipe sobre os projetos do PAC 2.

A Sanesul e o Governo do Estado estão realizando o cadastramento dos municípios do Estado na nova etapa do PAC 2 que vai beneficiar cidades com menos de 50 mil habitantes.

O cadastro abrange os setores de água e esgoto, foco da atuação da empresa no Estado. Desde o mês de junho, uma força tarefa, composta por cerca de 20 empregados da Sanesul, está levantando dados, preparando projetos e orçamentos, que serão entregues para a União, que vai realizar a seleção.

A execução das obras em Mato Grosso do Sul está acelerada e os resultados já são medidos nas maiores cidades (Corumbá, Ponta Porã, Dourados e Três Lagoas) que estão em obras concluídas ou em estágio bastante avançado.

Os resultados já credenciaram a Sanesul e verbas da primeira etapa do PAC 2 foram garantidas para essas mesmas cidades. Agora, na nova etapa, a expectativa é conseguir os municípios menores.

A Sanesul já cadastrou 54 municípios no setor de esgoto, solicitando cerca de R$ 500 milhões em investimentos. Na prática, esse cadastramento vai permitir que os recursos venham diretamente para o governo do Estado para aplicação nos municípios. O foco principal é a implantação de redes de esgoto onde ainda não tem e a ampliação dos sistemas já existentes.

Este número pode aumentar, pois o prazo para a entrega dos projetos termina na sexta-feira, 15 de julho. No setor da água, o objetivo é garantir recursos para a ampliação dos sistemas existentes, acompanhando o crescimento das cidades. A empresa deve cadastrar até 15 municípios.

De acordo com a gerência de projetos da Sanesul, Lourdes Tapparo, são feitos orçamentos dos materiais, plantas e descritivos dos sistemas para garantir que todos os requisitos sejam atendidos e entregues com os documentos necessários. “As exigências são grandes. Não tem como conseguir os recursos se não atendermos a todas elas e trabalhamos para isso”.

“É política da empresa o planejamento para a aplicação e obtenção de recursos. Foi assim que garantimos os investimentos até agora”, diz José Carlos Barbosa, informando ainda que, desde o início de sua gestão, a Sanesul já investiu R$ 7,2 milhões na elaboração de projetos para os municípios do Estado.

Com os projetos entregues ao grupo 3 do PAC 2, a Sanesul aguarda a seleção, que será feita em conjunto pelo Ministério do Planejamento, pelo Ministério das Cidades e pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde). A lista de contemplados deve ser liberada até o dia 26 de agosto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions