A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

13/10/2011 11:05

Governo lamenta desfecho da greve dos Correios e aguarda bancários

Lourenço Canuto, da Agência Brasil

O secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho lamentou hoje (13) que os funcionários dos Correios não tenham aceito as propostas feitas pela empresa durante a greve. Ele lembrou que os servidores obtiveram na Justiça correção salarial e outras vantagens abaixo do oferecido anteriormente e também do que a categoria reivindicava.

Segundo Carvalho, o governo "fez todo esforço para chegar um acordo, mas as propostas encaminhadas pela direção da Empresa de Correios e Telégrafos foram continuadamente rejeitadas pelos sindicatos da categoria”. “Agora se trata de cumprir a determinação da Justiça", ressaltou o ministro.

Para ele, a questão do desconto dos dias parados durante a greve "foi o maior empecilho para que os grevistas aceitassem as propostas que receberam. A Justiça determinou o desconto de sete dias parados e que o restante seja compensado em horas de trabalho.

Segundo Carvalho, há preocupação também no governo em relação à greve dos bancários. De acordo com ele, está sendo aguardada "uma solução para hoje", por meio de negociação à tarde entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e os bancários.

Gilberto Carvalho participou, com a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, da abertura do 2º Fórum Interconselhos, onde foi feita apresentação para os conselheiros e para representantes de organizações sociais da proposta para o Programa Plurianual de Investimentos (PPA) 2012-2015. O encontro ocorre no auditório do Interlegis.

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
Capes torna mais rígida avaliação de cursos de pós-graduação
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) tornou mais rígida a avaliação dos cursos de pós-graduação no país. De acordo c...


ô meu amigo não fala o que você não sabe antes de falar de privatização pesquise sobre os países q privatizaram esse serviço e se ainda o manteram infelizmente só conseguimos algo é lutando nós não queremos abono e sim aumento rel de salário e para agora como ficou estabelecido pelo TST e não para janeiro como a ECT queria e antes de mais nada entre nos correios e vamos ver se vc se mantem assim.
 
mario pereira em 14/10/2011 12:34:41
Depois dessa palhaçada toda das greves dos Correios e dos bancarios uma coisa fica clara PRIVATIZAÇÃO JA dos CORREIOS e BANCOS OFICIAIS. So assim deixaremos de sustentar sindicalistas de araque na direçãos desses orgãos. Greve que prejudica patrão e o expediente final quando nada se consegue na negociação entretanto essas greves em questão prejudicam a população e isso e inadmissivel.
 
DOMINGOS MARCOS em 13/10/2011 12:15:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions