A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/01/2009 18:45

Governo quer mudar legislação que protege o Pantanal

Redação

O governo do Estado pretende enviar à Assembléia Legislativa no começo deste ano o projeto que mexe com a polêmica do plantio de cana-de-açúcar no Pantanal. Com base no estudo sócio-econômico-ambiental, o governador André Puccinelli pretende liberar o plantio em algumas áreas da região Norte de Mato Grosso do Sul, na BAP (Bacia do Alto Paraguai).

Puccinelli afirmou, em discurso no Centro de Apoio Técnico e Tecnológico para Atividade Artesanal em Cerâmica, em Rio Verde (210 km de Campo Grande), que o projeto de lei já está pronto, mas não especificou os locais onde o plantio da cana e a instalação de usinas serão liberados.

A liberação do plantio atende objetivo do governo de instalar um poliduto. Para a colocação dos dutos ser viável, o Estado precisa produzir 2,5 milhões de m³ de álcool. A produção atual é de 1,5 milhão de m³.

O governador tem em mãos o macrozoneamento ecológico-econômico que levou seis meses para ficar pronto e contou com o apoio de 53 entidades, incluindo Ministério do Meio-Ambiente, da Agricultura e Pecuária, Embrapa e Ongs de proteção ambiental.

Segundo Puccinelli, o estudo mostra que a impermeabilidade de algumas regiões dá segurança para o plantio. A bacia funciona como o ralo de uma banheira, atraindo todo corpo d'água na região, no caso, para o Pantanal.

O problema do plantio e instalações de usina de álcool nas áreas permeáveis é que um acidente com o vinhoto, um subproduto da produção do álcool, carregado de metais pesados, inevitavelmente afetaria o ecossistema pantaneiro. Agrotóxicos usados na monocultura de cana-de

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions