ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Governo recorre para derrubar liminar sobre jornada dos professores

Marta Ferreira | 17/01/2012 15:35

O Governo de Mato Grosso do Sul corre contra o tempo para derrubar a decisão da Justiça que manda cumprir, no início do ano letivo de 2012, em fevereiro, a lei federal estabelecendo dedicação de um terço da carga horária dos professores da rede estadual de ensino para planejamento das aulas.

A PGE (Procuradoria Geraldo Estado) entrou ontem mesmo com agravo de instrumento, recurso para tentar derrubar a liminar concedida no começo da tarde à Fetems (Federação dos Trabalhadores em Ensino Público).

A decisão é clara ao dizer que o cumprimento da regra sobre o quanto da jornada dos professores deve ser dedicada ao planejamento deve ocorrer a partir de 6 de fevereiro.

Isso implicaria uma mudança drástica na Secretaria de Educação, pois faltariam professores, dianda da maior dedicação ao planejamento. Hoje, a rotina é dedicação de um quarto da jornada a planejamento.

Por telefone, a secretária de Educação Maria Nilene Badeca informou que o órgão só terá a noção de quantos professores precisará, para cumprir a decisão, quando as matrículas terminarem.

Hoje, o Estado já tem déficit de professores e por isso está fazendo concurso. O que está em andamento previu 545 vagas, mas só 190 professores passaram.

Existe ainda, a previsão de um novo concurso, este ano, com mais 600 vagas, para este ano ainda.

Nos siga no Google Notícias