A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/06/2014 10:02

Gripe interna 31 pessoas em sete dias e Saúde confirma 5ª morte em MS

Aliny Mary Dias
Bombeiros estão usando máscaras por orientação da corporação (Foto: Cleber Gellio)Bombeiros estão usando máscaras por orientação da corporação (Foto: Cleber Gellio)

Em todo o Mato Grosso do Sul, o surto do vírus Influenza H1N1, que causa a Gripe A, internou 31 pessoas nos últimos sete dias. Do início do ano até esta quarta-feira (11), 258 casos foram notificados. A quinta morte causada pela doença foi confirmada hoje.

Conforme levantamento da SES (Secretaria de Estado de Saúde), de 1º de janeiro até a quarta-feira passada eram 227 internações. O número saltou para 258 nesta semana, o dado será divulgado ainda hoje em boletim epidemiológico da secretaria.

Para que qualquer caso suspeito da Gripe A seja notificado, segundo a SES, o paciente com os sintomas é internado e os dados são coletados e repassados para o setor da Vigilância em Saúde, área que coordena os números.

Este ano, cinco pessoas morreram vítimas do vírus da Gripe A nos tipos H1N1 e H3N2. As três primeiras mortes foram registradas em Corumbá pelo tipo mais comum do vírus e outras duas ocorreram em decorrência da influenza H3N2. Uma das mortes ocorreu no dia 27 de maio quando um homem de 58 anos não resistiu à doença e morreu em Costa Rica.

A última morte confirmada pela secretaria é a de uma jovem de 21 anos. A vítima morreu no dia 3 de junho em Campo Grande na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino.

Alerta – Apesar de a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros não confirmar, o Campo Grande News apurou que um alerta foi divulgado aos militares na terça-feira (10) para que todos os socorristas usem máscaras, em razão do surto da doença.

Justificando as máscaras, a assessoria informou que o item faz parte do EPI (Equipamento de Proteção Individual) utilizado pelos militares durante os atendimentos.

Menina de 5 anos está internada no CTI do HR com suspeita de gripe A
Uma menina de cinco anos foi internada no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian, em Campo Gran...
Doença devastadora que matou jovem era gripe A, confirma Saúde
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) confirmou, nesta sexta-feira (6), a primeira morte por gripe A, em Campo Grande. Exame laboratorial apontou q...


Já que a H1N1 é pandêmica , porque não universalizam o acesso à vacina? Aposto que os coitados infectados não faziam parte de nenhum grupo de vacináveis. Enquanto vimos idosos se recusando a tomar tal vacina, quem não está nos "grupos de risco" e quer tomar, está correndo risco sério de ser infectado.... adooro o Sistema de Saúde de CG !
 
Karla Cavalcante de Jess em 11/06/2014 16:37:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions