A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

22/09/2010 09:56

Grupo que invadiu residencial busca apoio na Assembleia

Redação

Os invasores do residencial Iguatemi, em Campo Grande, foram hoje à Assembleia Legislativa em busca de apoio dos parlamentares. Representante do grupo, Lis Andréa Ferreira ocupou a tribuna.

"A gente não tem onde morar, onde correr. Tenho três filhas e não tenho dinheiro para pagar aluguel. Não estamos pedindo dinheiro, mas ajuda", afirmou. A fala foi curta e encerrada com lágrimas.

O tumulto começou na noite de segunda-feira. Com 139 casas, o residencial, localizado na região do Nova Lima, foi inaugurado no último dia 9.

Segundo a Agehab (Agência Estadual de Habitação), entre 50 e 60 casas foram invadidas.

O auxiliar de produção Jairo Pereira de Oliveira, de 26 anos, que foi hoje a Assembleia, conta que morava no Tarsila do Amaral, bairro vizinho ao residencial.

"Morava de favor e a dona pediu a casa. Não tenho dinheiro para pagar aluguel e não podia deixar meu filho de quatro meses sem um teto". Segundo ele, a polícia circula próxima ao residencial. Ontem, a Agehab pediu que as casas fossem desocupadas, mas o grupo resistiu.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions